pop

Depois de 20 anos, Disney exclui cena de "Toy Story 2" que mostrava assédio: entenda

toy story 45
Disney Movies

É comum que a Pixar inclua cenas pós-crédito ao fim de suas animações. O público que vai até o cinema espera ansiosamente pelo making of, que geralmente reúne momentos bem engraçados e descontraídos.

No entanto, em "Toy Story 2", uma cena do making of, que passou despercebida em 1999 (ano que o filme estreou), foi analisada novamente e considerada inapropriada. Por isso, após 20 anos, ela foi excluída do filme. Entenda!

Cena de "Toy Story 2" que será excluída

Na cena em questão, o personagem Pete Fedido é flagrado por Woody dentro de uma caixa de brinquedo, conversando com duas Barbies. De maneira sugestiva, diz que pode conseguir um papel para as bonecas no próximo filme em troca de alguns "favores". Veja:

É como se o personagem estivesse sugerindo que as bonecas fizessem o "teste do sofá", que é considerado uma tentativa de assédio e infelizmente acontece na vida real com várias atrizes.

De acordo com informações do site Deadline, graças a queixas e movimentos do grupo Me Too, que denuncia casos de abuso, assédio sexual ou qualquer tipo de agressão contra a mulher no show business, a cena, considerada machista e abusiva, foi excluída do filme nas versões Blue-Ray e para download na internet.

Vale ressaltar que a cena se torna ainda mais absurda pelo fato de John Lassetter, diretor de "Toy Sory 2", ter deixado, há alguns meses, a presidência da Pixar após ser acusado de assédio sexual e comportamento inadequado com sua equipe.

Infelizmente, cenas como esta refletem o que acontece na vida real, por isso é importante lutar e denunciar casos de abuso, assédio e violência no ambiente de trabalho.

Assédio no ambiente de trabalho: como identificar

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Carol Sandoval.