"Toy Story 4": Forky já apareceu em outro filme da Pixar e você não percebeu

forky toy story 0319 1400x800
Reprodução/ Youtube

O lançamento de mais uma sequência da Pixar deixou os fãs - principalmente os adultos - alvoroçados. O quarto longa de "Toy Story" chegou aos cinemas na última quinta-feira (20) e todos já estão em busca dos famosos Easter Eggs.

Um deles está relacionado ao mais novo brinquedo da franquia: Forky, que segundo vários depoimentos em redes sociais, já teve uma participação especial em "WALL-E". Tinha reparado?

Forky já tinha participado de outro filme da Pixar

toy story 0219 1400x1000
Disney/Pixar

O novo personagem de "Toy Story 4" que ajuda a encabeçar a história do novo filme virou alvo dos easter eggs desde o lançamento da animação.

Forky é um garfinho que foi transformado em brinquedo por Bonnie, a nova dona da coleção de bonecos de Andy. Mas, segundo relatos, esta não foi a primeira vez que o objeto decorado apareceu em um filme da Pixar.

Nas redes sociais, começou a circular que a primeira aparição de Forky teria sido no filme de 2008 da Pixar, "WALL-E".

Na trama desse longa, um robô limpa a devastadora poluição futurista. Graças a um foco especial em uma das cenas em sua rotina, o público assiste a um garfo com um acabamento redondo que pode ser Forky - arruinado pela passagem do tempo.

Não conseguiu identificá-lo? Veja WALL-E tentando classificá-lo nesta cena:

Como o "WALL-E" acontece muitas décadas após "Toy Story", é muito possível que Forky já tenha "morrido" de pura deterioração, se juntando o lixo.

É normal que a Pixar faça algumas ligações e aparições em todos os seus filmes, no entanto, pode ser que Forky "morto" em WALL-E seja mera coincidência.

wall e desenho disney pixar 0118 1400x800
Disney/Pixar/imdb

Ainda assim, não nos surpreenderia se os artistas da Pixar tivessem se inspirado em "WALL-E" e nos artigos caseiros que ele coleciona para pensar em Forky.

Você acredita nesta possibilidade?

Animações da Disney-Pixar

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Carol Sandoval.