Final de "A Favorita" surpreende e carrega metáfora implícita: entenda o significado

a favorita filme oscar 0119 1400x800
© 2018 - Fox Searchlight

"A Favorita" é líder em nomeações no Oscar 2019 e, ao lado de "Roma", disputa DEZ estatuetas e é uma das grandes apostas da maior premiação da indústria cinematográfica.

Indicado na categoria Melhor Filme, o longa se passa na Inglaterra do século XVIII, quando Sarah (Rachel Weisz), confidente da Rainha Anne (Olivia Colman), vê seu cargo ameaçado com a chegada de Abigail (Emma Stone).

Emblemática do início ao fim, a trama deixou no ar dúvidas em alguns espectadores, especialmente em relação ao final, que apresenta uma metáfora implícita que quase ninguém percebeu.

alerta de spoilers 0
VIX

Significado por trás do final de "A Favorita"

a favorita rainha anne 0219 1400x800
Atsushi Nishijima/ © 2018 Fox Searchlight

No filme, Sarah e Abigail travam uma batalha constante de superioridade na busca pela aprovação da Rainha Anne. Depois de várias reviravoltas, a disputa parece ter sido vencida pela novata, após envenenar sua rival, que perde espaço na realeza.

"A Favorita" termina com uma cena complexa, onde os rostos de Anne e Abigail, que obedecia a mais uma ordem da Rainha, se misturam a um mar de coelhos na câmera, o que deixou a sequência com um ar BEM tenebroso.

a favorita rainha anne abigail 0219 1400x800
© 2018 - Fox Searchlight

Apesar de complexo na execução, o final do longa nada mais é do que um reflexo da personalidade sombria das protagonistas, que se afundam em suas próprias personalidades.

Enquanto Sarah perde tudo, Abigail fica cega pelo poder e tenta tratar a Rainha com desdém, mas acaba no mesmo lugar de submissão de tudo onde começou.

Por isso, a imensidão de coelhos que esconde o rosto das protagonistas é uma forma de simbolizar as frustrações de Anne e Abigail, que se torna semelhante a um mascote para a Rainha, imersa no vazio de tanto poder.

E aí, gostou?

Filmes indicados ao Oscar 2019