"Aniquilação": 5 motivos por que o filme da Netflix tem TUDO para se tornar um clássico

aniquilacao netflix 0318 1400x800 2
Netflix

Com a vencedora do Oscar Natalie Portman no papel principal, “Aniquilação” é o filme da Netflix que tem tudo para se tornar um “novo clássico” do cinema. História original, surpreendente e elenco de ponta são alguns dos motivos pelos quais você precisa dar uma chance ao longa - listamos 5 pontos mais fortes para prestar atenção.

Crítica de "Aniquilação"

aniquilacao netflix 0318 1400x800 3
Netflix

Diretor talentoso

Guarde este nome: Alex Garland. O cineasta estreou na direção com “Ex Machina: Instinto Artificial”, pelo qual foi indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Original. “Aniquilação” é apenas o segundo filme do diretor, que já tem uma assinatura marcante. Assim como em “Ex Machina”, o novo filme também mistura ficção científica, efeitos visuais impressionantes e questionamentos sobre a existência humana.

História original

Misturando elementos de clássicos da ficção científica, como “Enigma de Outro Mundo” e “Alien”, o filme conta uma história instigante. Lena (Natalie Portman) é uma bióloga que se junta a uma expedição secreta para explorar uma região misteriosa, onde as leis da natureza parecem não funcionar como o mundo conhece. Lá, elas acabam se deparando com uma espécie de contaminação que pouco a pouco coloca a convivência e a vida do grupo em risco.

aniquilacao netflix 0318 1400x800 4
Netflix

Elenco de estrelas

Ao lado de Natalie Portman, está um time incrível de protagonistas femininas. A indicada ao Oscar Jennifer Jason Leigh (“Os Oito Odiados” e “Atypical”) contracena com Gina Rogriduez (“Jane, The Virgin”), Tessa Thompson (“Thor: Ragnarok”) e Tuva Novotny (“Comer Rezar Amar”). Juntas, elas formam a equipe de exploradoras que vai conduzir a trama.

Além delas, Oscar Isaac completa o time de nomes famosos. O ator faz parte do elenco dos novos “Star Wars”, como o Comandante Poe Dameron, e já trabalhou com Garland em “Ex Machina”.

aniquilacao netflix 0318 1400x800
Netflix

Questões humanas

Toda a construção científica de “Aniquilação” serve também de pano de fundo para levantar questões humanas e existenciais. A jornada de Lena pelo mundo desconhecido abre espaço para tensões filosóficas, especialmente ligadas à criação da vida – assim como em “Mãe!”, há metáforas ligadas ao mito de Adão e Eva, por exemplo.

Clima tenso

Inspirado na obra literária de Jeff Vandermeer, “Aniquilação” segue o subgênero “terror cósmico”, popularizado por autores como H.P. Lovecraft e Robert W. Chambers. Assim, a história se passa em um ambiente que é tenso o tempo inteiro e guiado por um narrador que parece impotente diante do perigo.

Assim, quem está assistindo imerge em uma história convidativa, que provoca desconforto, mas que também prende a atenção com um mistério difícil de solucionar.

Cinema: estreias de 2018