explore

O que acontecerá quando Sol se apagar? Descoberta de planeta pode trazer resposta

ana branca observatorio 1021 1400x800
Observatório WM Keck / Adam Makarenko

Astrônomos da Universidade da Tasmânia, na Austrália, descobriram um planeta gigante orbitando uma estrela morta e que pode indicar o que acontecerá com nosso Sistema Solar quando o Sol morrer, em cerca de 5 bilhões de anos.

De acordo com o estudo, publicado no dia 13 de outubro pela revista Nature, o sistema planetário foi descoberto a 6.500 anos-luz de distância, perto do centro da Via Láctea. O exoplaneta, gasoso e com massa semelhante à de Júpiter, está orbitando uma anã branca.

Uma anã branca é o que resta depois que uma estrela, semelhante ao Sol, se transforma em gigante e vermelha durante sua evolução.

Em comunicado, os pesquisadores explicaram que o planeta encontrado tem 40 vezes mais massa do que Júpiter, enquanto que a anã branca tem cerca de 60% da massa do Sol.

Ao observar o sistema, descoberto com auxílio do W. M. Keck Observatory, foi possível determinar que o planeta e a estrela se formaram na mesma época e que o planeta sobreviveu à morte da estrela.

“Esta evidência confirma que planetas orbitando a uma distância grande podem continuar a existir após a morte de sua estrela”, disse Joshua Blackman, principal autor do estudo.

O futuro do planeta Terra

Em cerca de 5 bilhões de anos, quando o Sol se transformar em um gigante vermelho, planetas como Vênus, Mercúrio e até mesmo a Terra provavelmente serão envolvidos no processo.

planeta terra sol 0118 1400x800
Vadim Sadovski/shutterstock

O futuro da Terra, porém, “pode não ser tão otimista”, segundo David Bennett, coautor do estudo e cientista da Universidade de Maryland e do Goddard Space Flight Center da NASA. Isso porque nosso planeta está muito mais perto do Sol.

sol venus escorpiao 1400x800
KoSSSmoSSS/Shutterstock

“Se a humanidade quisesse mudar para uma lua de Júpiter ou Saturno antes que o Sol fritasse a Terra durante sua fase supergigante vermelha, ainda permaneceríamos em órbita ao redor do Sol, embora não seríamos capazes de contar com seu calor como uma anã branca por muito tempo”, afirmou Bennett.

forplayday/iStock/Thinkstock

A equipe de pesquisa planeja agora incluir suas descobertas em um estudo estatístico para descobrir quantas outras anãs brancas têm sobreviventes planetários intactos.

Planetas do Sistema Solar