explore

Sapo que brilha no escuro é descoberto pela ciência: tem veneno mortal e vive em SP

sapo fluorescente brasil 0421 1400x800
Edelcio Muscat

Pequenino, de coloração atraente, mas perigoso e mortal: uma nova espécie do sapo pingo-de-ouro foi recentemente encontrada no Brasil e, segundo os cientistas, além de fluorescente, o animal é altamente venenoso.

Sapo venenoso que brilha no escuro é descoberto no Brasil

Encontrada na arborizada região da Serra da Mantiqueira, mais especificamente nos municípios de Mogi das Cruzes, Campinas e Jundiaí, no Estado de São Paulo, a nova espécie do sapo pingo-de-ouro recebeu o nome científico de Brachycephalus ephippium. Os estudos sobre o anfíbio foram divulgados no dia 28 de abril de 2021 na revista científica Plos One.

sapo fluorecente fotos 0421 1400x800
Edelcio Muscat

Os sapos pingos-de-ouro são minúsculos (medem menos de 1 centímetro) e aparentemente inofensivos. No entanto, contam com uma arma secreta para se proteger dos predadores. Sua pele é coberta por um veneno mortal que afeta diretamente o sistema nervoso de seu agressor.

O Brachycephalus ephippium chamou a atenção dos pesquisadores por sua vibrante coloração e por emitir fluorescência e exibir uma iluminação arroxeada sob luz ultravioleta.

sapo fluorescente folha 0421 1400x800
Edelcio Muscat

De acordo com a equipe de Ivan Nunes, especialista da Universidade Estadual Paulista e responsável pelo estudo da nova espécie de sapo, é bem provável que exista uma grande diversidade de pequenos anfíbios espalhada pela área que ainda não foi descoberta.

Animais surpreendentes