explore

Derretimento de gelo da Groenlândia chegou a um ponto sem volta, diz estudo

geleira na groenlandia 0820 1400x800
Sergey Uryadnikov/shutterstock

Quase 40 anos de dados de satélite da Groenlândia mostram que as geleiras da ilha diminuíram tanto que mesmo se o problema do aquecimento global fosse solucionado hoje, a camada de gelo continuaria encolhendo.

gelo derretendo groenlandia 0820 1400x800
Vadim Petrakov/shutterstock

A descoberta aponta que as geleiras da Groenlândia passaram do ponto crítico, em que a queda de neve que repõe o manto de gelo a cada ano não consegue mais acompanhar o gelo que está fluindo para dentro do oceano.

urso aquecimento global 1216 1400x800
SeppFriedhuber/istock

O levantamento, publicado no dia 13 de agosto na revista científica Nature Communications Earth & Environment, mostra que esse derretimento já está fazendo com que os oceanos subam cerca de um milímetro em média por ano, sendo a Groenlândia a maior responsável por essa elevação.

Gelo da Groenlândia encolheu a ponto irreversível

De acordo com o estudo, realizado pela Ohio State University, o derretimento de gelo na Groenlândia ocorre independentemente da velocidade com que o mundo reduz as emissões que causam o aquecimento global.

aquecimento global clima 0717 1400x800
aodaodaodaod/shutterstock

Os cientistas estudaram dados de 234 geleiras em todo o território ártico ao longo de 34 anos, até 2018. Ao analisar as imagens de satélite, eles notaram que as geleiras tinham 50% de chance de recuperar a massa antes de 2000. Desde então, as chances vêm diminuindo.

geleira groenlandia aquecimento 0820 1400x800
Kertu/shutterstock

Ainda assim, o mundo pode reduzir as emissões para desacelerar a mudança climática. Mesmo que a Groenlândia não consiga recuperar a massa gelada que cobriu seus 2 milhões de km2, conter o aumento da temperatura global pode diminuir a taxa de perda de gelo, afirmam os cientistas.

aquecimento geleira groenlandia 0820 1400x800
Vadim Petrakov/shutterstock

Em um comunicado da universidade, os pesquisadores dizem que o encolhimento das geleiras na Groenlândia é um problema para todo o planeta. O gelo que derrete ou se desprende acaba no Oceano Atlântico e, eventualmente, em todos os oceanos do mundo.

iceberg geleira groenlandia 0820 1400x800
Robert Haasmann/shutterstock

O gelo da Groenlândia é um dos principais contribuintes para o aumento do nível do mar. No ano passado, gelo que derreteu ou se desprendeu na região foi o suficiente para fazer os oceanos subirem 2,2 milímetros em apenas dois meses.

Se você quer ver mais conteúdos curiosos, não pode perder os vídeos do canal Explore disponível no VIX CINE E TV, nosso serviço de streaming que é 100% gratuito. Assista pelo seu computador ou baixe o aplicativo na App Store e no Google Play. Também é possível assistir à programação em plataformas de TV conectada, como Amazon Fire, Apple TV, Roku e ChromeCast.

Aquecimento global e meio ambiente