explore

Encontraram um fóssil em tão perfeito estado que parece até um dinossauro dormindo

Fósseis de dinossauros não são fáceis de encontrar. Mesmo após décadas de escavação, os paleontologistas ficam felizes em descobrir alguns restos, por menores que sejam.

Esqueletos completos são ainda mais raros e muito poucos foram encontrados para formar a estrutura óssea de um dinossauro.

Temo Sukhitashvili via Shutterstock

Todas as recriações de dinossauros são formadas a partir de um osso ou a montagem de um quebra-cabeça paleontológico que requer extensa pesquisa.

Portanto, encontrar um dinossauro completo com pele quase intacta era um tanto incomum. Mas isso aconteceu por acidente durante uma escavação de mineração em 2011.

fosiles de dinosaurio paleontologia
Photomontage / Shutterstock

Shawn Funk, um operador de máquinas pesadas em Alberta, Canadá, estava trabalhando normalmente quando encontrou uma rocha gigante que continha os restos do que parecia um anquilossauro.

Funk sabia que estava lidando com algo diferente porque havia encontrado restos de animais ou madeira fossilizada no passado, mas nunca um dinossauro, de acordo com a National Geographic.

AStrangerintheAlps/via: Wikimedia Commons

O paleontólogo Caleb Brown, do Royal Tyrrell Museum, em Alberta, estava encarregado da investigação e assegura que é o melhor fóssil de nodossauro já encontrado.

O fóssil pertence à espécie Borealopelta markmitchelli, um dinossauro que viveu 110 milhões de anos atrás, pesava 1,3 toneladas, media 5,5 metros de comprimento, tinha uma casca forte e era um herbívoro.

fosil momia nodosaurus
Caleb M. Brown

A diferença entre esse tipo de nodossauro e o popular anquilossauro é que o primeiro não tinha elevações pontiagudas na cauda e se distinguia por um par de chifres saindo de seus ombros.

Depois de encontrar o fóssil, o dinossauro passou por um delicado processo de 6 anos de pesquisa antes de ser exibido no Museu Real Tyrell.

Segundo os pesquisadores, o corpo do dinossauro foi preservado de maneira "mumificada" por uma série de eventos resultantes do acaso. Ele teria morrido em um rio depois de ser pego por uma enchente. O corpo permaneceu flutuando por uma semana, pois foi arrastado pela corrente.

O dinossauro afundou e levantou uma camada de lama que o envolvia completamente. Eventualmente, ele se encheu de minerais que se infiltravam na pele, que foi preservada.

O dinossauro foi encontrado como uma espécie de estátua e os pesquisadores acreditam que todo o corpo foi fossilizado. No entanto, eles só encontraram os restos da cabeça aos quadris.

Instagram

Investigações posteriores sugeriram que a pele do dinossauro possuía propriedades fotoluminescentes, o que lhe daria uma aparência fluorescente. Essa característica, porém, poderia ter sido um produto do processo de fossilização na lama.

Até agora, não há registros de achados semelhantes, tornando o nodosaurus canadense um espécime único e a imagem mais parecida com um dinossauro da era atual.

Fósseis de dinossauros

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Enrique Blancas.