explore

Maior superlua de 2020 será vista hoje: como observar o fenômeno

superlua cheia ceu 1018 1400x800
Taninras/shutterstock

A maior superlua de 2020 estará visível a partir de 7 de abril, de acordo com a Nasa, agência espacial norte-americana. Além de 7% maiores, superluas aparecem cerca de 15% mais brilhante que o uma lua cheia comum. Veja abaixo como ver o fenômeno:

O que é uma superlua

Apesar do nome, a lua não fica de fato maior: é uma ilusão de ótica causada pela proximidade do astro com o nosso planeta.

Nos dias de superlua, a lua cheia coincide com períodos em que o satélite está um pouco mais próximo da Terra. Essa combinação faz com que ele aparente ter um tamanho bem maior e mais brilhante do que o estamos acostumados a ver.

superlua cheia 1400x800 1117
Zacarias Pereira da Mata/Shutterstock

Como ver a superlua

O perigeu, momento em que a lua estará mais próxima da Terra, acontece às 15h08 da terça-feira (07), mas, por causa da luz solar, não será possível vê-la nesse momento. Porém, quando a lua começar a subir no horizonte, o que acontecerá a partir das 18h, ela já aparece maior e mais brilhante que o normal.

A lua chega à fase cheia à partir das 23h35 do mesmo dia e tudo indica que teremos um belo espetáculo no céu neste momento.

Vale lembrar que, para os olhos humanos, o astro aparenta estar maior quando está próximo do horizonte, o que o compara com prédios, por exemplo, e permite uma percepção diferente de seu tamanho.

Quando está muito alta, nossos olhos comparam a lua com a imensidão do céu, e a impressão é de ser menor.

lua cheia 1400x800 0919
Harry L/Shutterstock

Por isso, o amanhecer da quarta-feira (8) também promete uma excelente observação, mas certifique-se de levantar antes do nascer do Sol, que deve acontecer às 6h15.

Não são necessários equipamentos especiais para apreciar o fenômeno, mas um telescópio ou binóculo podem ajudar. Lugares altos e com pouca luminosidade permitem uma observação ainda melhor.

Fenômenos astronômicos