explore

Atividade física deixa espermatozoides mais ágeis, diz ciência

espermatozoide ovulo fecundacao 0220 1400x800
Kateryna Kon/shutterstock

Além de combater o sedentarismo, evitar a obesidade e os diversos outros problemas de saúde relacionado ao excesso de peso, a prática regular de atividades físicas ainda pode favorecer a fertilidade dos homens.

Os exercícios, portanto, podem deixar fortalecidos os músculos e, de quebra, fazer com que os espermatozoides fiquem mais ágeis. Foi o que indicou um estudo realizado na China e divulgado no periódico científico Human Reproduction.

Exercício melhora saúde do espermatozoide

homem pratica corrida 1118 1400x800
Maridav/Shutterstock

A ciência já sabe que o sedentarismo e a obesidade estão associados a um baixo desempenho sexual e a um risco mais elevado de infertilidade, mas ainda não está muito claro como os níveis de atividades físicas podem afetar a qualidade do sêmen.

exercicio flexao braco 0519 1400x800
artbesouro/shutterstock

A nova pesquisa sugere que homens jovens saudáveis ​​que se exercitam regularmente podem ter sêmen de melhor qualidade do que seus pares sedentários.

Para chegar à conclusão, os pesquisadores analisaram milhares de amostras de esperma de centenas de homens que se qualificaram para doar o material, com base no histórico de saúde e na qualidade do sêmen dos indivíduos.

fecundacao ovulo espermatozoide 0319 1400x800
ktsdesign/Shutterstock

Os doadores precisavam apresentar níveis saudáveis em três fatores que podem tornar a concepção mais provável: concentração espermática (quantidade de esperma liberada na ejaculação), morfologia do esperma (tamanho e forma ideais, com uma cabeça oval e uma cauda longa) e motilidade (capacidade do esperma de se mover para alcançar um óvulo).

espermatozoide reproducao esperma 0719 1400x800
Christoph Burgstedt/Shutterstock

Todos os 746 participantes do estudo foram voluntários como potenciais doadores de esperma no Banco de Esperma Humano da Província de Hubei, na China. Eles tinham uma média de 28 anos de idade, peso saudável e não apresentavam doenças sexualmente transmissíveis ou histórico de exposição à radiação.

De acordo com o trabalho científico, os homens que praticavam mais exercícios e registraram mais tempo realizando atividades intensas apresentavam melhor motilidade espermática do que aqueles que fizeram menos exercícios.

espermatozoide fertilidade fecundacao 0719 1400x800
Sai Tha/shutterstock

O exercício regular pode melhorar os parâmetros de qualidade do sêmen entre homens saudáveis ​​férteis, afirma o co-autor do estudo Yi-Xin Wang.

No entanto, ainda segundo o cientista, é difícil dizer quanto exercício, com que frequência e que tipo de atividade os homens devem fazer para obter a fertilidade ideal.

hiit exercicio treino 0918 1400x800
baranq/shutterstock

Apesar de obter dados significativos, a pesquisa tem algumas limitações: ela apenas mediu os níveis de atividade dos espermatozoides em um único momento e somente de homens saudáveis ​​que eram elegíveis para doar esperma.

Fertilidade masculina