Quantos ossos tem o corpo humano e mais coisas para saber sobre o esqueleto

esqueleto ossos corpo 1019 1400x800
posteriori/shutterstock

Quantos ossos tem o corpo humano? Muitos, é claro, mas ... quantos exatamente? A seguir, vamos explicar tudo sobre os ossos: quantos são, quais são os mais importantes e algumas curiosidades sobre eles. Também lhe diremos o que você precisa saber para mantê-los em boas condições, porque depois de aprender sobre eles, você só quer cuidar deles e protegê-los.

O esqueleto

Cuantos huesos tiene el cuerpo humano 2
iStockphoto/Thinkstock

Todos sabemos que o esqueleto humano é composto de ossos, mas cartilagem, tendões e ligamentos também fazem parte dele. Essa estrutura do nosso corpo é dividida em duas partes: axial e apendicular. O primeiro refere-se à seção central do nosso corpo, ao nosso eixo. Ou seja, o crânio, coluna vertebral e costelas. O esqueleto apendicular, como o nome indica, abrange os apêndices. Esta seção começa no quadril e nos ombros e cobre completamente as pernas e os braços.

Os ossos são a estrutura básica que nos permite mover, pois sem eles os músculos não teriam onde se aderir para se mover. Os ossos têm três objetivos fundamentais: mobilidade, estabilidade e proteção (dos órgãos internos).

Um adulto tem 206 ossos no total, mas nascemos com muito mais: entre 270 e 350. Se você já duvidou do fato de que os bebês têm mais ossos, embora sejam menores, agora você sabe que é verdade. O esqueleto de uma pessoa no nascimento é mais compartimentalizado e os ossos são mais flexíveis. Isso ocorre em parte porque o esqueleto ainda não está totalmente desenvolvido, mas também desempenha um papel importante, dada a posição do corpo que o bebê deve adotar enquanto estiver no útero. Isso também ajuda o bebê a ser flexível o suficiente para poder nascer durante o parto.

Os ossos do crânio, sacro e quadril são alguns dos que se fundem à medida que o bebê cresce. Uma vez totalmente desenvolvido, o corpo humano possui 206 ossos e 230 articulações.

10 misteriosas partes del cuerpo humano que quiza no conoces 3
Spike Mafford/Photodisc/Thinkstock

A cabeça tem 29 ossos: 8 cranianos, 14 faciais, 6 na orelha e 1 do pescoço (hioide).

Também temos 26 vértebras no total: 7 cervicais, 12 dorsais, 5 lombares, o sacro e o cóccix.

No tórax, temos 25 ossos: o esterno e 24 costelas. Das 24 costelas, 14 são chamadas "costelas verdadeiras", 6 são "costelas falsas" e 4 são "costelas flutuantes".

O membro superior tem 64 ossos: 27 em cada mão, 2 ulna, 2 rádios, 2 úmero, 2 homoplacas e 2 clavículas.

O membro inferior possui 62 ossos: 26 em cada pé, 2 tíbias, 2 fíbulas, 2 rótulas, 2 fêmures e 2 coxais.

De que são feitos os ossos?

10 misteriosas partes del cuerpo humano que quiza no conoces 7
Stockdevil/iStock/Thinkstock

Todos já ouvimos em inúmeras ocasiões a importância de consumir cálcio para que nossos ossos sejam saudáveis ​​e fortes. Mas este não é o único elemento que os forma. De acordo com os Institutos Nacionais de Osteoporose e Doenças Ósseas Relacionadas, os ossos são um tecido feito principalmente de colágeno.

O cálcio é o que permite que os ossos sejam fortes para apoiar o resto do corpo e as atividades que fazemos na vida cotidiana. Mas o colágeno é o que os torna um pouco flexíveis, o que é útil para impedir que se quebrem facilmente com qualquer pressão.

Cada osso tem duas camadas: a externa (cortical) é mais densa e mais firme, enquanto a camada interna (trabecular) é mais porosa e esponjosa. Graças a essa combinação, nosso esqueleto é forte o suficiente para nos apoiar, mas sem ser muito pesado.

Ossos e idade

anciano enfermera caminar
wavebreakmedia / Shutterstock

Quando somos jovens, o corpo cria um novo osso mais rapidamente do que se livra do antigo. Mas quando você atinge a idade adulta, a ordem é invertida. Você pode pensar que isso se deve apenas à idade, mas não. Em qualquer fase da vida, um médico pode solicitar que você faça um teste de densidade óssea para conhecer o status do seu esqueleto, de acordo com a Mayo Clinic.

Essa condição geralmente piora após a menopausa nas mulheres e após 70 anos nos homens. Esse declínio começa a ocorrer, em geral, em meados dos 30 anos, conforme observado pelo American College of Rheumatology (ACR).

O teste de densidade óssea utiliza raios-X para calcular os gramas de cálcio e outros minerais presentes nos ossos. Se essa contagem for baixa, os ossos se tornam frágeis e podem ser um sinal de osteoporose. Lembre-se: quanto mais densos os ossos, mais resistentes eles serão.

Doenças mais comuns nos ossos

osteoporosis  enfermedad  huesos 0
Tefi / Shutterstock

Osteoporose

A doença óssea mais comum é a osteoporose (a osteopenia é semelhante a ela, mas em menor grau). A condição, mais comum em mulheres, é caracterizada pela perda de massa óssea. Seus sintomas são invisíveis e só podem ser diagnosticados pelo teste de densidade óssea. É por isso que muitas pessoas apenas descobrem que têm osteoporose depois de uma fratura.

Embora a osteoporose seja mais comum, não é a única condição que ameaça o esqueleto humano. Geralmente, essas são doenças congênitas, mas nunca é demais conhecê-las por precaução. Aqui listamos algumas, explicadas pelo Instituto Nacional de Artrite e Doenças Musculosqueléticas e de Pele:

Osteonecrose

Quando o fluxo sanguíneo para os ossos é reduzido, os tecidos ósseos começam a morrer. Não se sabe exatamente o que causa a doença, mas geralmente está relacionada a lesões, procedimentos cirúrgicos, condições médicas e consumo de álcool.

osso com e sem osteoporose 1017 1400x800
Crevis/Shutterstock

Osteomalacia

Uma grave deficiência de vitamina D faz com que os ossos amoleçam. Isso pode ocorrer tanto pela baixa ingestão de vitamina D, quanto pela falha nos órgãos que a absorvem e ativam.

Doença de Paget

Esse distúrbio é caracterizado pelo crescimento excessivo de um osso (nunca afeta completamente o esqueleto), o que também o enfraquece. Geralmente ocorre mais na pelve, coluna vertebral, ossos das pernas e crânio. As causas ainda não foram identificadas, mas o responsável pode ser um vírus ou herança genética.

Displasia fibrosa

Quando há um problema com os genes de uma célula, é possível que um osso saudável seja substituído por outro tipo de tecido. Seus efeitos são o crescimento ósseo em formas anormais, que fraturam e causam dores.

escoliose coluna 0618 1400x800
metamorworks/Shutterstock

Escoliose

A escoliose faz com que a coluna vertebral se dobre, geralmente na forma de "C" ou "S". Pode ser leve ou precisar de tratamento constante.

Estenose espinhal

Esta doença ocorre quando a coluna se torna mais estreita no centro, no espaço entre os ossos que a formam ou nos canais onde os nervos estão localizados. Essa pressão se torna dolorosa e pode aparecer desde o nascimento ou a partir dos 50 anos.

Osteogênese imperfeita

Nesse caso, os ossos ficam fracos e quebram facilmente. Ocorre em diferentes níveis, de leve a grave, e não pode ser evitada, pois é uma doença genética.

Como cuidar dos seus ossos

huesos pie dolor osteoporosis
ESB Professional/Shutterstock.com

Pode-se dizer que, de um modo geral, existem dois tipos de ameaças das quais devemos proteger nossos ossos: doenças e fraturas. Estes últimos são evitados seguindo as medidas de segurança correspondentes às atividades físicas que realizamos, bem como utilização de equipamento que elas exigem. Mas se as fraturas são causadas por um enfraquecimento do tecido, o cuidado deve ser diário.

Para os ossos, a ingestão diária de vitaminas e minerais, especialmente D e cálcio, é essencial. A vitamina D é obtida através da exposição moderada ao sol e através dos alimentos. Pode ser encontrada em alimentos como gemas de ovos, fígado e peixes de água salgada. O cálcio, por outro lado, está presente em uma maior diversidade de ingredientes, como aveia fortificada, sardinha, leite, soja e suco de laranja, para citar alguns exemplos.

Se você está enfrentando uma deficiência, é recomendável tomar suplementos nutricionais. A quantidade de cálcio que devemos ingerir depende da idade, mas entre 19 e 50 anos geralmente é de 1.000 miligramas por dia. A vitamina D permanece constante até os 70 anos, com uma medida de 600 UI por dia. Lembre-se de que a alta ingestão de sódio e proteínas pode fazer com que o corpo se livre do cálcio sem absorvê-lo.

Em geral, o seu esqueleto permanecerá em boas condições se você mantém um estilo de viver saudável, adotando uma dieta equilibrada, fazendo exercícios regularmente e evitando álcool e cigarro.

Mais curiosidades sobre os ossos

Cuantos huesos tiene el cuerpo humano 1
iStockphoto/Thinkstock
  • O fêmur é o osso mais longo do corpo e mede cerca de um quarto da sua altura.
  • Ele é também nosso osso mais forte.
  • O menor osso é o estribo, que está no ouvido.
  • Os seres humanos têm o mesmo número de ossos no pescoço que as girafas.
  • O osso que mais quebra é a clavícula.
  • 99% do cálcio que nosso corpo abriga está nos ossos (o 1% restante está no sangue)
  • Existem mais de 230 articulações móveis e semi-móveis no corpo.
  • Ossos representam 14% do nosso peso.
  • O esmalte ósseo é a substância mais dura do corpo.

Curiosidades sobre o corpo humano

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Marga Arzabal.