Trocar carne vermelha por frango é simples e eficaz para desacelerar aquecimento global

frango batata cebola 0719 1400x800
AS Food studio/Shutterstock

Você pode ajudar o meio ambiente e desacelerar o aquecimento global de uma forma bastante simples, fazendo uma pequena mudança na dieta: substituir a carne bovina por carne de frango. É o que aponta um estudo realizado nos EUA e apresentado pelo site médico WebMD.

Trocar carne vermelha por frango ajuda meio ambiente

De acordo com a pesquisa, consumir frango em vez de carne bovina pode provocar grandes mudanças positivas no meio ambiente. A simples mudanças no cardápio poderia reduzir pela metade as emissões de gases que produzem o efeito estufa.

Isso ocorre porque a emissão de gases que geram o efeito estufa, a pegada de carbono, tem relação bastante próxima com as atividades da pecuária, ou seja, na criação de animais para abate e consumo.

carne de churrasco 0419 1400x800
KarepaStock/shutterstock

Os pesquisadores afirmam que cerca de um quarto das emissões de carbono no planeta está relacionado à produção de alimentos. Os 10 alimentos com maior impacto no meio ambiente foram todos os cortes de carne bovina e cerca de 20% dos participantes relataram ter comido um desses alimentos no dia em que foram entrevistados, disseram os pesquisadores.

Os cientistas então calcularam uma nova pegada de carbono para cada dieta, substituindo a carne vermelha por frango grelhado. Quando feitas as contas, foi possível observar uma queda de até 48% nas emissões de gases de efeito estufa com as novas dietas.

peito frango cru 1218 1400x800
AlexeiLogvinovich/shutterstock

As simulações mostraram que a pegada de carbono na dieta das pessoas se tornou menor, apesar de elas estarem comendo a mesma quantidade de alimento. O estudo foi financiado pelo Wellcome Trust, uma instituição de pesquisa biomédica com sede em Londres, e contou com a participação de mais de 16 mil entrevistados.

Meio ambiente e aquecimento global