Peixe raro com mais de 200 kg é encontrado em Itanhaém (SP)

agulhao negro itanhaem morto 0519 1400x800
Divulgação/Biopesca

Um peixe da espécie agulhão-negro de mais de 200kg foi encontrado na praia de Itanhaém, no litoral de São Paulo, e surpreendeu a equipe do Instituto Biopesca, que faz monitoramento pela região.

Em pouco mais de três anos e meio de trabalho na área, os pesquisadores nunca tinham visto um animal dessa espécie por ali. Agora, eles investigam a ocorrência e querem descobrir porque ele foi encontrado já sem vida.

Agulhão negro encontrado em Itanhaém (SP)

agulhao negro itanhaem 0519 1400x800
Divulgação/Biopesca

O peixe agulhão-negro foi encontrado morto na faixa de areia da praia de Itanhaém. O aparecimento raro será investigado pelo Instituto Biopesca, que também colheu amostras para analisar a causa da morte do animal.

De acordo com a entidade, o animal pesava 202kg e tinha 3,68 metros de comprimento. Segundo o professor Teodoro Vaske Junior, da UNESP da cidade de São Vicente, parceiro do Instituto Biopesca, o agulhão é uma espécie oceânica de águas quentes.

O animal tem o bico mais curto do que outras espécies de agulhões e se alimenta de outros peixes e lulas, podendo passar de 600 kg.

Segundo o biólogo Márcio Ohkawara, do Instituto Biopesca, é a primeira vez que um agulhão-negro é encontrado em três anos e meio de monitoramento diário das praias de Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe, cidades da Baixada Santista.

O agulhão-negro é uma espécie protegida e sua comercialização é proibida em todo o território nacional.

Veja mais fotos:

agulhao negro itanhaem 0519 1400x1050
Divulgação/Biopesca
agulhao negro itanhaem 0519 1400 543
Divulgação/Biopesca

Peixes encontrados por pesquisadores