Asteroide "deus da morte" passará perto da Terra em uma sexta-feira 13 de 2029

shutterstock 195523715
sdecoret/Shutterstock

O asteroide Apophis é uma espécie de celebridade dentro do mundo astronômico por duas razões simples. Tem um diâmetro intimidante de 370 metros e, quando descoberto, foi-lhe atribuído um grau de risco 4 na Escala de Turim (que mede o perigo potencial de impacto com o nosso planeta), o maior já atribuído a um objeto perto da Terra. Segundo a Nasa, é a primeira vez que um asteroide tão grande passará tão perto da Terra. O evento irá ocorrer em 13 de abril de 2029, uma sexta-feira.

Quanto estiver no ponto mais próximo da Terra, o Apophis estará sobre o oceano Atlântico - e se moverá tão rápido que atravessará o oceano em apenas uma hora.

O evento acontecerá em 10 anos, mas os cientistas estão animados, pois podem projetar um plano completo e abrangente para estudar o fenômeno e definir tudo o que é possível aprender com ele.

"A proximidade do Apophis em 2029 será uma oportunidade incrível para a ciência", disse Marina Brozović, cientista de do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, Califórnia. "Vamos observar o asteroide com telescópios ópticos e de radar. Com observações de radar, poderemos ver detalhes da sua superfície"

Um compromisso marcado com Apophis, uma sexta-feira 13

asteroide cayendo en la tierra
Mopic vía Shutterstock

Os cientistas calculam que Apophis passará sem perigo pela Terra, a cerca de 31.000 quilômetros acima a superfície. Isso é a distância que algumas naves espaciais orbitam a Terra. Mesmo assim, é raro que um asteroide desse tamanho passe tão perto da Terra.

"Um objeto deste tamanho que chega tão perto da Terra é um evento que ocorre a cada mil anos", disse o astrônomo Richard Binzel, do MIT, na recente conferência sobre Defesa Planetária da Academia Internacional de Aeronáutica.

As observações mais importantes de Apophis ocorrerão em 2029, quando cientistas ao redor do mundo terão a oportunidade de conduzir um estudo detalhado sobre o tamanho, forma, composição e possivelmente o interior do asteroide.

O asteroide foi batizado de Apophis em referência ao nome grego do deus egípcio Apep, a divindade do caos e das trevas, representada como uma serpente maligna do submundo.

Asteroide será visível a olho nu

Elenarts/iStock

Os astrônomos terão uma oportunidade única de estudar e entender os asteroides próximos à Terra, mas muita gente também poderá assistir a sua passagem, pelo menos em certas partes do mundo, a olho nu, e será uma visão impressionante.

A Nasa divulgou o caminho exato que o asteroide irá percorrer. O asteroide, parecendo um ponto de luz em movimento como uma estrela, se tornará visível a olho nu no céu noturno sobre o Hemisfério Sul, voando acima da Terra, da costa leste até a costa oeste da Austrália. Em seguida, cruzará o Oceano Índico, a linha do Equador e irá se mover para o oeste, passando acima da África. Quanto estiver no ponto mais próximo da Terra, pouco antes das 18h (fuso horário EDT), o Apophis estará sobre o oceano Atlântico - e se moverá tão rápido que atravessará o oceano em apenas uma hora. Às 19h (EDT), o asteroide cruzará os Estados Unidos.

Curiosidades sobre o universo

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Pablo Fernandez.