explore

1ª foto de um buraco negro acaba de ser feita: "monstro" maior que o Sistema Solar

buraco negro eht 0419 1400x800
Divulgação/Event Horizon Telescope

Funcionando a partir de uma rede global de radiotelescópios, o Event Horizon Telescope (EHT) anunciou recentemente um enorme avanço no estudo de um dos eventos cósmicos mais misteriosos de todos: o buraco negro.

Em nota publicada no site do projeto, cientistas conseguiram, pela primeira vez, fotografar um desses fenômenos – e a imagem é igualmente impressionante e importante.

Buraco negro é fotografado pela primeira vez

Conforme informa a nota, a equipe do projeto contou com mais de 200 pesquisadores e a combinação de telescópios equivale virtualmente ao que seria um telescópio do tamanho da Terra.

Os esforços, porém, não foram em vão: descrito como supermassivo, o buraco negro fotografado está a 55 milhões de anos-luz da Terra, tem quase 40 bilhões de km de diâmetro, uma área maior que a do Sistema Solar e 6,5 bilhões de vezes a massa do Sol.

Buracos negros são "locais" no espaço cujas gravidades são tão fortes que puxam para si tudo que há ao redor. Eles se originam da morte de estrelas e acúmulo de massa em um ponto específico.

Na foto, ele aparece em forma de uma grande área escura e redonda delimitada por um anel de luz e, além de ser visualmente impressionante, é um feito sem igual. “É uma conquista que acreditavam ser impossível pela geração passada”, afirmou Sheperd Doeleman, diretor do projeto. Confira a foto:

Ciência e tecnologia