explore

Espécie de perereca nunca antes vista é achada na Amazônia: veja como ela é

perereca onca 1400x800 1217 1
Ferrão M, Moravec J, Fraga R, Almeida AP, Kaefer IL, Lima AP/ZooKeys via Creative Commons

Mais brasileira, impossível. No sudeste da Amazônia, entre os rios Madeira e Purus, ambos afluentes do rio Amazonas, um grupo de pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) e da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) encontrou uma nova espécie de anfíbio. Trata-se da perereca-onça (nome científico scinax onça). 

Como é a perereca-onça?

De acordo com o artigo publicado na revista científica ZooKeys, a perereca-onça tem entre 3 a 4 centímetros de tamanho e recebeu este nome devido à sua coloração. “Dorso de corpo uniformemente cinza-marrom com rótula de olho-marrom escuro em preservativo, barbatanas translúcidas com pequenas para grandes manchas castanhas escuras difusas irregulares”, relata o texto.

A região na qual a nova espécie foi encontrada é uma área de grande concentração de onças - os pesquisadores relatam ter cruzado com várias durante o trabalho de campo. A coloração semelhante à do felino pode ter se desenvolvido como um mecanismo de camuflagem e proteção.

perereca onca 1400x800 1217
Ferrão M, Moravec J, Fraga R, Almeida AP, Kaefer IL, Lima AP/ZooKeys via Creative Commons

Muitas espécies novas na Amazônia

Ainda falta muito para mapearmos toda biodiversidade na mais importante floresta do planeta Terra. Recentemente, a ONG internacional World Wildlife Fund (WWF) e o Instituto Mamirauá publicaram o estudo Relatório de Novas Espécies de Vertebrados e Plantas na Amazônia 2014-2015. A publicação informa que apenas nestes dois anos, foram descobertas 381 espécies de animais vertebrados e plantas.

No caso dos anfíbios, foram descritos 32 novas espécies. Para definir uma espécie de sapo, caso da perereca-onça, é preciso haver detalhamento genético, descrição anatômica e adultos e girinos e identificação da vocalizações do machos.

Festa dos anfíbios