explore

Ter um cãozinho por perto pode te fazer viver uma vida mais longa, diz estudo

homem abraca cachorro 0217 1400x800
asia.marangio/shutterstock

A companhia de um cão dentro de casa traz alegria, promove bem-estar e ajuda a relaxar. E quem convive com um animal de estimação nem precisa analisar estudos científicos que comprovem o fato, facilmente conhecido no contato diário. Mas sabia que, além do aspecto emocional, o cachorro também pode trazer benefícios físicos e até a aumentar a expectativa de vida do dono?

Conviver com cães evita doenças do coração

mulher com filhote de cachorro 1117 1400x800
milos-kreckovic/iStock

De acordo com uma pesquisa sueca divulgada pela revista científica Nature, ter um cachorro pode fazer com que você viva mais tempo, já que a convivência estaria relacionada a menores riscos de doenças cardiovasculares, por exemplo.

Para chegar à conclusão, pesquisadores da Universidade de Uppsala avaliaram registos de 3,4 milhões de pessoas entre 40 e 80 anos de idade e comparou dados sobre hábitos de saúde e estilo de vida entre donos de cães e pessoas que não cuidavam de uma animalzinho.

cachorro lambida carinho 1017 1400x800
Nina Buday/shutterstock

Foi descoberto então que indivíduos solteiros que possuem um cãozinho têm até 33% menos chances de morrer com uma doença cardiovascular e menos 11% de probabilidade de sofrer um ataque cardíaco, quando comparados com aqueles que não contavam com a companhia do animal.

Os autores do trabalho ainda apontam, curiosamente, que pessoas que possuem cães de raças de caça, como terriers ou retrievers, têm ainda maiores níveis de longevidade.

O estudo, no entanto, só não foi capaz de identificar exatamente os motivos pelos quais a convivência com um cachorro traz os benefícios para a saúde física de seus donos.

Mitos e verdades sobre os cães