explore

Antártida está ficando cada vez mais verde – e isso não é nada bom

antartida verde clima 0517 1400x800
Divulgação/ Matt Amesbury/ Universidade de Exeter

A paisagem tradicionalmente dominada pelo branco da Antártida passa por grandes transformações e, especialmente nos últimos 50 anos, tem apresentado uma relevante mudança de cor, ficando verde por causa do crescimento acelerado de plantas na região.

Ao contrário do que se possa imaginar, o fato não é nada bom, já que o aparecimento de musgos na superfície é resultado do derretimento de gelo acelerado pelo aquecimento global, segundo um relatório elaborado por cientistas e divulgado pelo jornal "Current Biology".

"A Antártida não vai se tornar totalmente verde, mas ficará mais verde do que é atualmente", disse ao jornal The Guardian Matt Amesbury, co-autor da pesquisa da Universidade de Exeter.

Aquecimento global pode alterar ecossistema da Antártida

antartida clima paisagem 0517 1400800
Divulgação/ Matt Amesbury/Universidade de Exeter

De acordo com pesquisadores, o aumento da temperatura na Antártida é inédito e tende a fazer com que a área, que antes tinha apenas 0,3% de plantas, se torne um local muito mais verde no futuro.

Os gases de efeito estufa gerados pela queima de combustíveis retêm o calor quando chegam à atmosfera, fazendo com que as regiões polares sejam as mais afetadas, ficando mais rapidamente aquecidas do que todo o resto do planeta. Estima-se que a temperatura da Antártida esteja aumentando aproximadamente 0,5ºC por ano, a cada década.

O aquecimento da Antártida e, consequentemente, o crescimento de musgo na região deve alterar o ecossistema no futuro, resultando em mudanças significativas não somente na paisagem, como também na biologia de toda a área, afirmam os cientistas.

Fenômenos naturais fantásticos