explore

Visto como aberração científica, planeta rochoso com dois sóis pode realmente existir

Evidências de detritos planetários em torno de um sol duplo foram encontrada pela primeira vez por astrônomos do University College of London.

Publicado pela revista científica Nature Astronomy, o estudo relata os restos de asteroides partidos orbitando um sol duplo que consiste em uma anã branca e uma anã marrom a aproximadamente 1.000 anos-luz de distância, em um sistema chamado SDSS 1557.

A descoberta pode colocar em cheque o mito de “aberração científica” de um planeta rochoso, assim como a Terra, que abrigaria dois sóis.

Planetas com dois sóis podem existir

Os vestígios encontrados parecem ser rochosos e sugerem que planetas terrestres com dois sóis possam realmente existir. Até então, todos os exoplanetas descobertos em órbita em torno de estrelas duplas eram apenas gigantes de gás, semelhante a Júpiter.

sol espaco calor 0217 1400x800
Kanyapak Lim/shutterstock

Ao contrário do material gelado rico em carbono encontrado em outros sistemas de estrela dupla, o material planetário identificado no sistema SDSS 1557 tem um alto teor de metal, incluindo silício e magnésio.

A formação de planetas rochosos em torno de dois sóis é um desafio, já que a gravidade de ambas as estrelas pode impedir que pedaços de rocha e poeira fiquem juntos e cresçam em plena forma, afirmou Jay Farihi, líder do trabalho científico.

Mistérios do universo