4 erros de Einstein: quais equívocos do gênio foram descobertos pela ciência de hoje?

albert einsten 1400x800 0217
Ovu0ng/ Istock

Errar é humano. Que o diga  Albert Einstein. Conheça os principais equívocos cometidos pelo gênio, mais tarde confrontados pela ciência:

Erros famosos de Albert Einstein

albert einstein cera 1016 1400x800
Bangkokhappiness/ Shutterstock

Universo Estático

Em 1917, Einstein afirmou que o Universo era estático e eterno e somente dez anos depois admitiria o erro quando outros cientistas o alertaram de que as galáxias se afastavam, comprovando assim a expansão constante do Universo.

Buracos negros

Um dos equívocos mais famosos cometidos por Einstein foi negar a existência de buracos negros no espaço. Segundo o físico, eles não poderiam ser formados porque as partículas de um grupo de estrelas precisariam ultrapassar a barreira da luz. O erro não chega a ser tão absurdo, já que até hoje pouco se sabe sobre os buracos negros.

Grande Teoria Unificada

Einstein ainda falharia ao tentar explicar os fenômenos de forças da gravidade e eletromagnéticas através da chamada Grande Teoria Unificada, que juntaria física quântica e relatividade. A tese nunca foi finalizada, mesmo porque, até hoje, a unificação das áreas segue como algo impossível e incompatível.

Mecânica quântica 

Albert Einstein também se equivocou ao desprezar teorias da mecânica quântica, que basicamente apontavam que eventos aleatórios e não definições certeiras, determinavam o Universo. Experimentos atuais, no entanto, comprovam que a ideia proposta pela mecânica quântica é sim relevante e que diversos fatores são, de fato, incertos.

Mistérios do Universo