explore

Aproveite enquanto é tempo: café corre risco de entrar em extinção até 2050; entenda

cafe xicaras capuccino 1216 1400x800
efetova/istock

Acordar cedo sem sentir o cheirinho de café fresco ou, pior: não poder contar com uma dose da bebida para afastar a sonolência depois do almoço. Já imaginou como seria triste a vida sem café?

O fato, porém, pode virar realidade em um futuro não muito distante: apenas 33 anos. 

Estudo indica que a extinção do café está próxima

De acordo com uma avaliação realizada pelo The Climate Institute, da Austrália, até 2050 toda a área reservada para o cultivo de café será reduzida pela metade por causa dos efeitos do aquecimento global.

cafe xicara cafeina 0916 1400x800
Dima Sobko/shutterstock

O aumento das temperaturas e das chuvas já elevou a incidência de doenças e pragas que afetam rendimento e qualidade do café. Em países quentes, o aquecimento também aumentará os encargos sobre a saúde física e mental dos produtores, trabalhadores e comunidades, com consequências claras à produtividade.

Os maiores afetados, segundo o estudo, são as regiões do planeta que não possuem altitude suficiente para lidar com as altas temperaturas. Para se ter uma ideia, a Tanzânia, um dos maiores produtores de café do mundo, já perde 140 kg de café anualmente a cada 1 ºC a mais na temperatura.

Ciência e alimentação