Odiar o trabalho pode causar depressão, insônia e dor nas costas, diz ciência

infeliz no trabalho 1216 1400x800
VasjaKoman/istock

Imagine só acordar todos os dias para passar a maior parte do tempo (em média 9 horas) fazendo uma coisa que não gosta? Ou, pior: em um ambiente desagradável e com pessoas chatas.

Este é o seu caso? Então, é melhor ficar atenta: odiar o trabalho pode ser a causa de muitas doenças, segundo estudo da Universidade de Ohio.

É que, de acordo com o Estudo, trabalhar com algo que não gosta pode levar a problemas de longo prazo. “Descobrimos um efeito cumulativo da insatisfação no trabalho sobre a saúde, que aparece logo aos 40 anos”, explica Jonathan Dirlam, coordenador da pesquisa.

Ele e outros cientistas fizeram um acompanhamento de perto da trajetória de pessoas entre 14 e 22 anos até que elas completassem 39 anos desde 1979, registrando e analisando as condições de saúde antes e depois dos 40 anos.

O que causa a insatisfação no trabalho

insatisfeita trabalho infeliz 1216 1400x800
Bablab/iStock

O trabalho, apresentado na Conferência Anual da Associação Americana de Sociologia (ASA), revelou que aqueles que eram infelizes no trabalho no começo da carreira são o grupo mais propenso a ter doenças mais tarde.

Odiar o trabalho deixa as pessoas mais deprimidas, com mais problemas emocionais e ainda pode ocasionar sérios distúrbios do sono. Sem contar que pode gerar problemas cardiovasculares, dor nas costas e gripes frequentes.

Cerca de 45% dos participantes são insatisfeitos com o trabalho, 23% deles estão assim desde o início da carreira. Apenas 15% das pessoas se consideraram felizes com seus trabalhos e 17% estava sentindo uma melhora ao longo do tempo.

Segundo Hui Zheng, outros dos autores, câncer e diabetes também tendem a aparecer, ainda que em menor escala.

Como ser feliz no trabalho