explore

Grilos, escorpiões e larvas podem ser a comida do futuro. Você vai encarar essa?

grilo insetos prato 1116 1400x800
Kwanchai6632/istock

Espetinho de grilos em feira livre, escorpiões refogados e sobremesas feitas com larvas são apenas algumas especiarias que já foram apresentadas de maneira exótica e que, apesar de serem consumidas em algumas partes do mundo com naturalidade, ainda são encaradas como repulsivas para a maioria das pessoas.

Mas, talvez este seja o momento de começarmos a olhar essas opções com outros olhos. É que do ponto de vista sustentável e social, grilos, escorpiões e larvas podem considerados a comida do futuro. Entenda melhor abaixo.

Comida do futuro

grilo inseto prato 1216 1400x800
MichalLudwiczak/istock

O mundo ainda abriga cerca de 7 bilhões de pessoas vítimas da fome. Só no Brasil, mais de 7 milhões ainda passam fome, segundo dados do IBGE.   

Por isso, pratos feitos com escorpiões, larvas, minhocas, gafanhotos e grilos são vistos como alternativas mais baratas e viáveis de alimentação. 

Comer insetos pode trazer benefícios à saúde

istock 471058142
NZSteve / Istock

A ideia de consumir insetos regularmente pode soar pouco agradável mas, do ponto de vista nutricional, sutentável e até mesmo social, há motivos de sobra para investir em opções tão inusitadas na alimentação.

Segundo um estudo divulgado pelo Journal of Agricultural and Food Chemistry, larvas, gafanhotos, minhocas, grilos e outros insetos podem ser fontes muito melhores de nutrientes do que a carne de vaca, por exemplo.

grilo doce 1116 1400z800
Cesare Andrea Ferrari/istock

Os insetos, de acordo com o trabalho científico, são ricos em minerais importantes para a saúde humana como cobre, zinco, cálcio e, especialmente ferro, que são mais facilmente absorvidos pelo organismo que os nutrientes recebidos através da tradicional carne bovina, comum nos países ocidentais.

Ciência e alimentação