explore

Sentir vergonha alheia é mais comum do que você imagina: entenda o porquê

Existem diversas situações que acontecem com os outros, mas que sentimos como se fosse com a gente. Por exemplo, quando alguém bate o dedinho do pé e você sente a dor por ela. Ou então quando alguém paga aquele mico em público, que faz você sentir vergonha por ela.

Isso acontece porque existem alguns tipos de neurônios (os neurônios-espelho) que reproduzem no nosso cérebro situações que acontecem com outras pessoas, fazendo a gente ter sensações e emoções como se estivesse acontecendo com a gente.

Vários estudos pelo mundo já chegaram à conclusão que a mesma área do cérebro é ativada em alguém que sente um cheiro desagradável e tem nojo e em alguém que apenas vê vídeos de outras pessoas sentindo nojo, por exemplo.

E é exatamente por isso que em determinadas situações podemos sentir a chamada vergonha alheia. Ela existe de verdade e é um sentimento reconhecido também dentro da psicologia.

O que é vergonha alheia?

Segundo a psicóloga Fabiane Curvo, da PUC-RJ (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), a vergonha é um sentimento vinculado à autoestima das pessoas, ao quanto elas se sentem seguras para se apresentar de determinada forma ou em determinado local.

A vergonha alheia, então, “é quando você nota alguém fazendo algo que, nas suas crenças ou para a sociedade em geral, não seria aceitável ou adequado”, explica ela.

Qualquer que seja o tipo de vergonha, pode ser externalizado fisicamente por meio da vermelhidão do rosto, calor no corpo, falha na voz, sudorese e até tremores, conta Fabiane.

mulher com vergonha 0816 1800x1416
bluecinema/istock

A psicóloga explica que, devido a uma certa empatia, você acaba se sentindo mal, se colocando na posição dela. “Por exemplo, quando você vê alguém falando algo errado ou levando um fora”.

Mas, afinal é bom ou ruim sentir vergonha?

Existe os dois lados da moeda, o que varia é de acordo com a intensidade. Sentir vergonha pode ser bom, pois pode te fazer pensar antes de agir, por exemplo. Agora, se vergonha demais pode prejudicar. Pode impedir que você se mostre de verdade.

"Seja em uma situação de trabalho, onde você tenha que demonstrar todas as suas habilidades, ou até em um relacionamento amoroso, onde você tenha que colocar suas vontades para o seu parceiro. Por vergonha de se mostrar, você pode perder uma promoção no trabalho ao não se fazer ser notado e, nos relacionamentos, pode acabar vivendo sempre da vontade dos outros", exemplifica Fabiane.

Benefícios: Entenda como passar vergonha pode ser bom para você