Gretchen mostra resultado de plásticas na barriga e retirada de substância dos lábios

View this post on Instagram

Sábadowwww. @daymoncloset

A post shared by Gretchenoficial (@mariagretchen) on

Gretchen nunca escondeu sua vaidade e ser adepta de cirurgias plásticas para atingir seus objetivos estéticos. Recentemente, a cantora compartilhou com seus seguidores o resultado de seus procedimentos estéticos mais recentes.

Trata-se de uma lipoaspiração de alta definição, reconstrução de umbigo e remoção do excesso de gordura das costas, além da retirada do preenchimento labial que ela havia realizado há algum tempo, com uma substância perigosa para o corpo humano. Entenda um pouco mais sobre os procedimentos:

Gretchen mostra resultados de cirurgias plásticas

Conhecida como a eterna Rainha do Bumbum, Gretchen resolveu compartilhar com seus seguidores o pós-cirúrgico de suas últimas intervenções e confessou ter se submetido a quatro procedimentos de uma só vez, realizados no Hospital São Luiz, em São Paulo.

"Gente, estou aqui para mostrar para vocês o meu procedimento cirúrgico completo que, por sinal, amei o resultado, então coisas boas nós compartilhamos. Eu realizei a famosa L.A.D (lipoescultura de alta definição) juntamente com a onfaloplastia (reconstrução de umbigo), torsoplastia (retirada do excesso de pele das costas) e a remoção de PMMA dos lábios", escreveu na legenda.

View this post on Instagram

Genteeee, estou aqui para mostrar para vocês o meu procedimento cirúrgico completo que por sinal amei o resultado, então coisas boas nós compartilhamos, rs. Eu realizei a famosa L.A.D (lipoescultura de alta definição) juntamente com a ONFALOPLASTIA (reconstrução de umbigo), TORSOPLASTIA (retirada do excesso de pele das costas) e a remoção de PMMA dos lábios na @jkesteticaavancada , uma clínica muito conceituada em São Paulo. O procedimento foi no Hospital São Luiz Itaim, onde obtive um ótimo cuidado e atendimento. Além disso, o pós-operatório foi realizado com a equipe da Amanda Zanuto, @estetica.amanda.zanuto, que é especialista em trabalhar com a lipo HD, fundamental para o sucesso da cirurgia!A equipe do meu cirurgião plástico, Dr Luiz @drluizhenriquebenettifavali realiza as suas consultas na @jkesteticaavancada WhatsApp (11)985592871 Fotos completas na @jkesteticaavancada Aos poucos mostrarei o meu resultado, pois daqui 6 meses estará melhor ainda!!!!

A post shared by Gretchenoficial (@mariagretchen) on

As técnicas fazem parte do hall de cirurgias plásticas das famosas e também possuem uma grande procura nos consultórios dos cirurgiões plásticos de todo o País. Mas como funciona cada uma delas e por que o preenchimento labial era perigoso? Entenda:

Lipoescultura de alta definição

Conhecida pela sigla LAD, a lipoescultura de alta definiçãoalém de retirar a gordura, ajuda na definição da região do abdômen. A técnica visa auxiliar no remodelamento da região. Entretanto, antes de se decidir pela LAD, é importante que a mulher entenda primeiro a diferença entre lipoaspiração e lipoescultura.

De acordo com o cirurgião plástico Paolo Rubez, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, os dois procedimentos são realizados sob anestesia geral ou, em alguns casos, anestesia local. Entretanto, a lipoaspiração consiste na melhora do contorno corporal através da retirada da gordura localizada de áreas como abdômen, braços, coxas e costas. Logo após a retirada, a gordura do corpo em excesso é descartada completamente.

Já a lipoescultura acontece em associação à lipoaspiração e essa gordura acaba ganhando uma função de preenchimento no corpo e é direcionada a outras partes. “Neste procedimento, a gordura retirada durante a lipoaspiração passa por um tratamento e é então reutilizada para dar volume e preencher regiões como glúteos e face, sendo que parte dessa gordura é absorvida pelo organismo após certo tempo”, destaca o especialista.

lipoaspiracao 0219 1400x800
Gerain0812/Shutterstock

Segundo o médico, a vantagem da lipoescultura é que ela ajuda a modelar mais o corpo com aplicação do enxerto de gordura em áreas deficitárias. Com relação ao pós-operatório e ao tempo de recuperação, estes são os mesmos da lipoaspiração.

“Durante o pós-operatório, o paciente pode apresentar dor leve, inchaço e hematoma nas áreas tratadas, sendo que o tempo de recuperação é de 5 a 15 dias para trabalho e um mês para atividades mais pesadas, como exercícios físicos. Além disso, a exposição solar da região deve ser evitada por 90 dias. Sessões de drenagem linfática são indicadas a partir do quinto dia de realização do procedimento. Deve-se também usar uma malha compressiva por, no mínimo, 30 dias”, explica.

Onfaloplastia

A cirurgia plástica para o umbigo pode parecer estranha para algumas mulheres, mas é um procedimento que tem crescido em procura dentro dos consultórios médicos. Gretchen conta que optou pelo procedimento após uma má cicatrização de uma abdominoplastia que realizou há algum tempo.

De acordo com o cirurgião plástico Alderson Luiz Pacheco, da Clínica Michelangelo, a cirurgia que recebe o nome de onfaloplastia é essencialmente estética e tem efeitos positivos na autoestima dos pacientes. "Quando a pessoa se sente desconfortável com o seu corpo, mesmo que seja com um pequeno detalhe, como nesse caso, esse pode ser o ponto de partida para os problemas de autoestima", ressalta o especialista.

A cirurgia é simples e deixa uma cicatriz ao redor do umbigo, formando um pequeno círculo na região. Os pontos são feitos junto à musculatura da região abdominal e, dependendo da anatomia do corpo, é bastante comum que a marca fique escondida na cavidade do umbigo.

massagem barriga gases 0419 1400x800
javi_indy/Shutterstock

O período de internação é de, no máximo, um dia após o procedimento no hospital. De acordo com o profissional, a técnica é bastante procurada por quem, assim como a cantora, passou por abdominoplastia, possui hérnia umbilical e até mesmo mulheres que passaram por uma gestação.

Torsoplastia

Geralmente, a cirurgia é indicada para pacientes que perderam bastante peso - como aqueles que passam por cirurgia bariátrica - e apresentam grande flacidez na região do dorso e flancos. É também um procedimento procurado por quem apresenta queda dos glúteos devido ao excesso de pele sem o preenchimento de gordura.

A torsoplastia consiste na retirada do excesso de pele do dorso, que acontece através de uma incisão na parte inferior do abdômen, que se estende pelas laterais e chega até as costas. Todo o procedimento acontece sob anestesia geral e exige cuidados pós-operatórios.

gordura costas sutia 0916 1400x800
RStollner/shutterstock

De acordo com cirurgiã plástica Beatriz Lassance, a cirurgia pode ser associada a outros procedimentos como abdominoplastia, dermolipectomia de coxas e braquioplastia, para retirar excesso de pele de braços, por exemplo.

Entretanto, algumas pacientes podem optar pelo procedimento para retirada de excessos de pele na região mesmo sem terem passado pela cirurgia de redução de estômago, como é o caso de Gretchen. Em todos os casos, a orientação de um cirurgião plástico reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica é imprescindível.

Retirada do preenchimento labial

Por último, Gretchen conta que se submeteu a retirada do PMMA - sigla para polimetilmetacrilato. A substância chega a durar dez anos no corpo e foi usada para a realização de um preenchimento labial na artista, que desistiu do procedimento.

É importante ressaltar que por ser uma substância completamente sintética, não produzida pelo corpo, o uso do PMMA implica em alguns riscos para o organismo, como alerta o dermatologista Alberto Cordeiro. "Ele é um tipo de plástico, apresentado em um formato de microesferas e, por ser um implante definitivo, pode causar complicações, como a formação de nódulos, enrijecimento da região, infecção, alergias, dor crônica e rejeição do organismo", fala.

preenchimento labial 0619 1400x800
Olena Yakobchuk/Shutterstock

O especialista recomenda o uso de preenchimentos temporários, que são feitos com ácido hialurônico, com resultados que duram em média um ano. “É muito importante saber a procedência do material, se é compatível com a pele, se é aprovado pela Anvisa para ser usado no País. Com ácido hialurônico conseguimos ir moldando o lábio à medida que a paciente envelhece com mais harmonia ”, esclarece.

Por último, o especialista ainda lembra que as mudanças ao longo do tempo podem fazer com que tais preenchimentos - principalmente na região dos lábios - com substâncias de longa duração causem um problema de identificação do próprio paciente com a sua imagem, que posteriormente venha a optar pela retirada da substância de seu organismo, como fez a cantora.

“O problema de se colocar uma substância permanente no lábio é que, depois de 10 ou 20 anos, ela pode passar a não fazer mais sentido estando ali, pois a arcada dentária vai mudar de configuração durante esse período, pode acontecer do osso ser absorvido e aquele material não vai conseguir ser absorvido”, explica Cordeiro.

Cirurgias plásticas das famosas