glam

Melasma não tem cura, mas pode ser adormecido: conheça 8 técnicas

melasma mancha rosto 0419 1400x80
Carla Nichiata/shutterstock

Condição sem cura e caracterizada pelo surgimento de manchas escuras na pele, normalmente na face, braços, pescoço e colo, o melasma acomete mais mulheres do que homens e, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, além dos fatores hormonais e da exposição aos raios solares, a predisposição genética também influencia no aparecimento do problema.

Como tratar melasma

melasma mancha pele testa 1016 1400x800
Manuel Faba Ortega/istock

Apesar de não ter cura, o melasma pode ser tratado e “adormecido”. O dermatologista é o profissional mais indicado para diagnosticar e tratar a condição e as terapias podem variar e incluir procedimentos de clareamento e uso de medicamentos tópicos. Até mesmo algumas receitas caseiras podem ajudar a minimizar o problema. Conheça 8 técnicas a seguir:

Tratar melasma com filtro solar

O ponto de partida para o tratamento do melasma é se proteger contra os raios solares. Use diariamente um filtro solar potente, com FPS alto, nas regiões afetadas. Dê preferência a filtros que tenham proteções contra os raios ultravioleta A (UVA) e ultravioleta B (UVB).

protetor filtro solar 1218 1400x800
fizkes/Shutterstock

Cremes para tratar melasma

Os cremes mais usados e indicados por dermatologistas para tratar o melasma são os baseados em hidroquinona, ácido glicólico, ácido retinoico e ácido azeláico. Os resultados demoram cerca de dois meses para começarem a aparecer e não é um método que funciona com todos os pacientes. Outros ativos muito utilizados são: arbutin, ácido kójico, ácido fítico, ácido tranexâmico e ácido dióico.

Nutricosméticos contra melasma

O tratamento consiste no uso de suplementos para suprir carências de vitaminas e minerais importantes para a saúde da pele, que podem estar ausentes na alimentação. Entre os nutricosméticos destaca-se o ácido tranexâmico, que inibe substâncias que causam o escurecimento da pele.

melasma rosto maquiagem 0219 1400x800
LADO/Shutterstock

Peeling para combater melasma

Os peelings podem clarear a pele de forma gradual e até mais rapidamente do que os cremes. Existem diversos tipos, alguns mais superficiais (e mais seguros) e outros que atingem camadas mais profundas da pele. O dermatologista pode auxiliar na escolha do método mais adequado para cada caso.

Tratar melasma com laser e Luz Intensa Pulsada

As modalidades do gênero devem ser feitas com cuidado para não gerar mais pigmentação, motivo pelo qual deve ser realizada por um profissional habituado às fontes de energia luminosa, como o dermatologista.

melasma rosto mulher 0419 1400x943
Ngukiaw/ShutterStock

Receitas caseiras para tratar melasma

De acordo com a esteticista Patricia Elias, receitas à base de arroz e leite ou vinagre de maçã e cebola podem ser eficazes para combater o melasma e outros tipos de manchas de pele. Ingredientes como o arroz e o leite, por exemplo, são ricos em ácidos kójico e lácteo, respectivamente, que têm efeito clareador que ajudam na redução das manchas. Já o vinagre de maçã tem ação anti-inflamatória e cicatrizante, trazendo também o alfa-hidro-ácidos, que ajudam a tratar o problema.

rosto melasma mancha 0219 1400x800
Ngukiaw/Shutterstock

Suco contra melasma

Suco de romã pode ser um dos melhores remédios naturais para combater o melasma, já que a bebida é rica em ácido elágico, que, além de atuar como antioxidante agindo contra o estresse oxidativo e os danos causados pelos raios UV, ainda inibe a enzima de produção da melanina, substância que pigmenta a pele e inibe a proliferação de melanócitos. A dica é da nutricionista funcional Patricia Davidson Haiat, que ensina como preparar o suco que combate melasma.

Melasma: causas e como evitar