glam

São estes os 9 ácidos mais indicados para uma “pele de photoshop”

creme rosto bochecha 1016 1400x800
gvictoria/istock

Os ácidos ganham cada vez mais espaço no mercado de cosméticos por apresentarem propriedades que cuidam da pele e evitam o envelhecimento precoce. Dos mais comuns como o hiaulurônico e o retinóico até outros com nomes bem complicados, como o ferúlico e o kójico, todos eles trazem características particulares que ajudam em tratamentos de pele de deixam a cútis ainda mais bonita, firme e viçosa.

É claro que a indicação e dosagem, assim como a prescrição de um ou outro ácido, deve ser feita por um dermatologista. Somente o médico poderá determinar qual é o melhor tipo para as mais diferentes necessidades da pele.

Ácidos mais usados e seus benefícios

Os ácidos encontrados nos produtos de beleza podem vir acompanhados de outros ativos que potencializam os resultados na pele, como peptídeos, antioxidantes, substâncias nutritivas, entre outros.

creme locao cosmetico 0718 1400x800
White bear studio/Shutterstock

E mesmo com tanta oferta de produtos com ácidos nas prateleiras, a escolha não deve ser feita sem antes passar por uma avaliação dermatológica de um especialista. Abaixo, veja como agem 10 tipos diferentes de ácidos e suas principais indicações para a pele:

1. Ácido Ferúlico

É encontrado das folhas e sementes de plantas como milho e arroz. Tem alto poder antioxidante, neutralizando os radicais livres e prevenindo o envelhecimento celular. Pode ser associado com vitamina C ou ácido ascórbico para o tratamento de rugas, linhas de expressão e manchas na pele.

2. Ácido salicílico

Um dos mais conhecidos para o tratamento de acne, já que ajuda a diminuir a oleosidade da pele. O salicílico consegue desobstruir os poros e combater os microrganismos causadores das inflamações.

acne espinha
Thinkstock

3. Ácido glicólico

Indicado para tratamentos anti-aging, tem propriedades que potencializam a renovação celular, ajudando a diminuir rugas, linhas e marcas de expressão, conferindo um rejuvenescimento da pele.

4. Ácido Hialurônico

Esta substância é naturalmente produzida pela pele mas, com o avanço da idade, sua concentração diminui. Consequentemente, há queda da geração de fibras de colágeno e elastina, que mantém a firmeza da pele. É usado para recuperar a hidratação da pele e combater a flacidez, além de ação preenchedora de sulcos e rugas profundas na pele.

5. Ácido retinóico

Proveniente da vitamina A, este tipo de ácido estimula a produção de colágeno, deixando a pele mais firme. É eficaz em peles com marcas, manchas e linhas de expressão. Também é usado no tratamento de estrias vermelhas e no complemento de cuidados contra a acne, já que desobstrui e evita a queratinização dentro dos poros.

espelho rugas pele 0918 1400x800
goodluz/Shutterstock

6. Ácido kójico

Este poderoso clareador diminui a formação da melanina na pele. É indicado para tratamentos de manchas e melasmas. Possui em sua formulação a concentração de diversas espécies de fungos e tem propriedades que permite o uso até mesmo durante o dia.

7. Ácido azelaico

Possui ação que regula a oleosidade e produção de sebo na pele e, por isso, é um aliado para combater acnes e espinhas. Ajuda a diminuir os cravos, já que limpa os poros e tem ação antibacteriana e anti-inflamatória. Também pode ser usado no clareamento de manchas, especialmente o melasma, já que inibe a enzima tirosinase, responsável pela produção de melanina na pele.

8. Ácido maslínico

Pouco conhecido, este ácido derivado das azeitonas melhora a hidratação e promove a renovação celular. Tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, ajudando na recuperação de peles irritadas e com vermelhidão causadas pela exposição excessiva ao sol.

poros pele espinha rosto 0318 1400x800
ARTFULLY PHOTOGRAPHER / Shutterstock

9. Ácido ascórbico

A conhecida vitamina C é antioxidante além de estimular a produção de colágeno. Ajuda a proteger a pele dos efeitos nocivos do sol e, ainda, melhora a textura da pele.

Maneiras de rejuvenescer a pele