glam

Axila escura e manchada nem sempre tem causa estética: pode ser sinal desta doença

mancha escura axila 0417 1400x800
solar22 / iStock

Manchas escuras nas axilas, assim como na virilha, dobras do pescoço e até no cotovelo podem indicar problemas mais graves de saúde. Essas alterações costumam ser o resultado de depilação, uso de cremes ou atrito com as roupas, mas também sinalizam uma doença conhecida como acantose nigricans.

O que é a acantose nigricans?

A Sociedade Brasileira de Dermatologia afirma que essa doença de pele, caracterizada por manchas escuras e hiperpigmentação, costuma estar relacionada com outros problemas de saúde, como a diabetes, obesidade e distúrbios metabólicos.

Existem quatro tipos de acantose: a chamada Síndrome de Miescher, que é hereditária e benigna, a Síndrome de Gougerot Carteaud, que também não é maligna e atinge mulheres jovens, a Pseudoacantose, que está associada a alterações endócrinas e a Acantose Maligna, resultado de distúrbios no fígado e até casos de câncer no tubo digestivo.

axila escura manchada 1217 1400x800
Shutterstock

Manchas nas axilas podem indicar diabetes

Este distúrbio consegue alterar a pigmentação da pele, mudando sua tonalidade progressivamente. O problema pode ser associado a diabetes, já que a resistência à insulina é uma das principais causas do surgimento dessas manchas.

A acantose nigricans atinge as dobras e pregas das axilas, pescoço e virilha, podendo ainda, afetar os pés, mãos e lábios. Geralmente, a doença se apresenta em pessoas que sofrem com obesidade, mas também pode ser vista em indivíduos magros.

Tratamento e prevenção

O primeiro passo é procurar um dermatologista e fazer exames para descobrir se realmente este é o problema. Axilas escuras ou manchas na virilha também podem ser o resultado de depilação, desodorantes com álcool e atrito com a pele ou a roupa.

manchas escuras axilas 2
Thinkstock

No caso de um diagnóstico positivo, o tratamento foca na causa das lesões – obesidade, diabetes ou alterações endócrinas. Na ausência destes fatores, o especialista poderá recomendar o uso de cremes despigmentantes e clareadores, como ácido retinoico e salicílico, para melhorar a aparência da pele.

Para prevenir a acantose nigricans, nos casos em que a doença não é hereditária, a recomendação é manter o peso ideal, investindo em uma alimentação saudável e prática de atividades físicas.

Dicas para cuidar das axilas