glam

Imprevisto com extensão de cílios faz Kelly Key sofrer em cirurgias plásticas: é perigoso?

View this post on Instagram

@leticiaribeiroph 📸👊🏻

A post shared by Kelly Key 🧿🌈🍀💫 (@oficialkellykey) on

Exibir cílios longos e volumosos é uma das maiores tendências de beleza atualmente, mas apesar de parecerem inofensivas, as extensões que garantem fios de boneca podem causar alguns transtornos, como relatou Kelly Key.

Após ter passado por uma série de procedimentos cirúrgicos para fins estéticos, a cantora afirmou ter vivido uma experiência desagradável causada por suas extensões e deixou um alerta aos fãs. Entenda:

Problema com extensão de cílios

Kelly Key também se consagrou como musa fitness e tem trabalhado em um projeto pessoal com o objetivo principal de conquistar sua melhor física forma através de treinos, dietas e procedimentos estéticos, o "Projeto Baba Baby".

Recentemente, por exemplo, a cantora passou por uma série de cirurgias que foram feitas em um único dia: uma rinoplastia, uma lipoaspiração nas costas, uma correção da cicatriz da cesárea e uma mastopexia.

cilios de kelly key em cirurgia 0618 1400x800
Canal Kelly Key/YouTube

Em seu canal no YouTube, a carioca publicou um vídeo que mostra sua rotina pós-cirúrgica e conta como está sua recuperação. Uma das poucas reclamações de Kelly chama atenção, pois não está relacionada aos procedimentos em si, mas a um incidente que aconteceu no centro cirúrgico.

Enquanto estava sedada, um fio de sua extensão de cílios entrou no seu olho esquerdo e, ao despertar da anestesia, sentiu muita dor e dificuldade para abri-lo.

“Esse cílio aqui me fez sofrer muitíssimo. Algum cílio eu acho que entrou [no olho ] na hora da cirurgia. Eu não conseguia abrir o olho, foi um drama, uma coisa horrorosa, dei chilique, paguei mico, porque eu não tava aguentando de dor", revela.

A cantora, inclusive, aconselhou aos fãs que removam suas extensões de cílios caso forem passar por alguma cirurgia, para assim evitar situações como esta.

"O médico de plantão teve que vir aqui botar um colírio, para ficar dormente, para eu poder descansar um pouquinho. Então se você tem esse cílio e vai fazer algum procedimento cirúrgico, por favor, retire ele porque quando dá problema dói”, diz.

Cuidados com extensões de cílios

cilios longos volumosos comparacao 0618 1400x800
dimid_86 / Shutterstock

Segundo dr. Wesley Bonafe, oftalmologista da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo, é indicado que a paciente remova suas extensões de cílios quando for submetida a algum procedimento cirúrgico na região dos olhos, caso contrário, nem sempre há a necessidade.

"No geral, não é necessário retirar essas extensões de fibra quando o procedimento não é na face ou quando não há manipulação dessa região. Se for um procedimento cirúrgico oftalmológico, que o olho precise ficar aberto ou que vá manipular a região, aí sim tem indicação de retirada", explica.

Quais os riscos?

Ainda de acordo com o especialista, o incidente de Kelly Key com suas extensões de cílios poderia ter comprometido sua visão. Dependendo da gravidade da lesão, há risco de machucar a córnea, causando uma ceratite ou em casos mais graves até mesmo uma úlcera de córnea. Um dos principais sintomas do ferimento é uma dor intensa, assim como descrito pela cantora.

"Deve-se ficar atento aos cuidados oculares durante a cirurgia, se o olho ficar um pouco aberto durante o procedimento, durante a sedação, corre o risco dessas extensões descolarem e caírem nos olhos. Caindo dentro do olho, o paciente pode voltar do procedimento com dor ocular, olho vermelho, fotofobia, que é quando a luz incomoda bastante, e até mesmo embaçamento visual", diz dr. Wesley.

Os tratamentos dessas lesões oculares devem ser realizados sob orientação médica e de acordo com a gravidade de cada caso.

Assista ao vídeo sobre as cirurgias de Kelly Key na íntegra:

Dicas de beleza