glam

O risco escondido (e nojento) da extensão de cílios fio a fio: cirurgiã de olhos alerta

testa palpebras supercilio cilios 0118 1400x800
Emilija Randjelovic/istock

Para garantir um olhar mais marcante em uma produção especial, muitas mulheres apostam em cílios postiços e até em técnicas como o da extensão fio a fio que, apesar de garantir um resultado mais profissional, aumentam os riscos de um problema nem sempre conhecido: o acúmulo de ácaros.

Extensão de cílios pode virar “abrigo” de ácaros

cilios mascara rimel 0218 1400x800
Africa Studio/shutterstock

Em uma reportagem do site WFTV, da rede de televisão ABC, a oftalmologista e cirurgiã de olhos Keshini Parbhu alerta que as extensões de cílios fio a fio podem resultar em um acumulo de ácaros na região dos olhos quando não são adequadamente higienizados. O mesmo problema não costuma aparecer nos cílios postiços mais comuns, aplicados com cola.

Os ácaros microscópicos vivem dos óleos presentes nos cílios, se acomodam na base dos folículos capilares e se alimentam desse material, afirma a especialista. Se os cílios não são limpos corretamente, podem servir de “abrigo” para uma população muito grande de ácaros, causando assim infecções nos olhos.

cilios posticos tufos 0916 1698x1130
vitalssss/istock

A condição é mais comum entre mulheres que apostam na extensão de cílios fio a fio e não mantêm o hábito de retirar a maquiagem da maneira correta diariamente. Além disso, a médica diz que nem todos os profissionais que aplicam o material higienizam adequadamente as ferramentas utilizadas no processo, aumentando os riscos de infecções.

A oftalmologista recomenda, portanto, cuidado na escolha do salão em que o procedimento será feito, limpeza adequada da região, retirando completamente a maquiagem ao fim do dia, além da troca constante de fronhas de travesseiros para evitar a convivência com grande quantidade de ácaros.

Cílios mais bonitos: as melhores dicas