Base matte: testamos as 4 mais indicadas (com preço bom) e mostramos prós e contras

capa bases
Vix/divulgação

Base matte se tornou febre no Brasil, já que a fórmula mais sequinha promete tirar o brilho das peles mais oleosas e, por aqui, cerca de 70% da população tem esse tipo de pele. Além disso, essas fórmulas garantem que não acumulam nos poros a ponto de causar espinhas e cravos. Mas, afinal, elas são boas mesmo? E entre as opções boas e mais baratas do mercado, qual a melhor? Nos propusemos a testar 4 marcas e mostramos tim-tim por tim-tim para você.

Teste de base matte

Como elaboramos o teste

Para encontrar a melhor base matte para o seu tipo de pele, não há um jeito mais fácil que testar o produto em diferentes situações e ver qual é o mais eficiente para a sua necessidade. Para encurtar o caminho, o VIX consultou 25 especialistas no assunto, entre dermatologistas, maquiadores e blogueiras. Todos os profissionais elegeram seus produtos favoritos pensando em qualidade e custo-benefício.

Ao menos 15 marcas foram citadas e, entre elas, a base matte Studio Fix, da MAC, chamou a atenção pelo número de votos. Um total de 8 consultores elegeu ela como uma das favoritas, apesar do preço alto para a maioria das nossas leitoras (a gente se inclui nesta turma, ok?). Por conta deste favoritismo, escolhemos adotar a Studio Fix como nossa referência para o teste.

Seria possível encontrar a base matte perfeita, com resultado semelhante a um dos melhores produtos disponíveis hoje no mercado, a Studio Fix, só que por um preço muito mais acessível?

Foco: melhor custo-benefício

Quatro bases mattes diferentes receberam mais votos do que as outras quando o critério era custo-benefício. A repórter Gabriela Navalon, então, aceitou o desafio de usar todos os produtos e narrar os resultados para quem sabe ajudar na sua escolha. 

É preciso ressaltar que a pele de cada uma é diferente, assim como os resultados não serão os mesmos. Exatamente por isso que a ajuda do time de especialistas nas indicações foi fundamental. Cada base foi testada por quatro dias consecutivos. Nos dois primeiros dias, o produto era aplicado com pincel. Nos restantes, a repórter usou uma esponja. 

Veja os prós e contras de cada uma e, quem sabe, encontre uma que melhor se e adeque a você.

Base matte Vult

vult min
Vix/divulgação

Muito conhecida, a base matte da Vult foi uma das primeiras a aparecer no mercado brasileiro, garantindo boa qualidade a um preço mais baixo.  Sua embalagem é boa: uma bisnaga fácil de usar e fundo transparente, o que possibilita enxergar a cor do produto. 

A textura é leve e não é muito pegajosa, fácil de trabalhar e espalhar. Sua cobertura é média e o produto não manchou minha pele. Foi possível fazer camadas do produto com facilidade, o que garante uma cobertura ainda maior, apesar de deixar um aspecto mais carregado.

Sua resistência à água é boa e parece segurar bem na pele, porém, com o passar do tempo, o produto acaba acumulando em alguns pontos, especialmente os mais oleosos do rosto.

Em contato com a pele, a base seca rapidinho, então logo você vai perceber que é realmente matte. No meu rosto, após um período, ela deu uma certa craquelada (que é quando surgem pequeninas "rachaduras" na cobertura). 

O efeito inicial durou em média 5 horas. Depois disso, na minha pele, os pontos de maior oleosidade começaram a ficar mais evidentes, os poros mais aparentes e deu a impressão de a base "descolar" um pouco da pele.

Passei mais de um dia de trabalho com ela no rosto, cerca de 12 horas. Usaria novamente se fosse ficar pouco tempo maquiada.

Preço: A base matte Vult tem 8 cores disponíveis e custa em média R$ 31,90*.

Base TimeWise da Mary Kay

marykay min
Vix/divulgação

Essa base já faz parte do catálogo da Mary Kay há muito tempo. A dificuldade em adquiri-la está primeiramente no preço, pois ela é um pouco mais cara do que as outras. Além disso, muitas consumidoras não querem fazer a compra por catálogo, pois é difícil escolher uma cor assim. 

A embalagem é fácil de usar, mas não dá para ver a cor através do frasco, o que considero negativo. A minha cor foi bem certeira, achei que ficou perfeita com o meu tom de pele. 

A cobertura é de leve para média, mas com a textura fluída que tem, é possível construir camadas com facilidade, aumentando a cobertura a cada nova passada. É bem resistente, o suor e a água não prejudicam sua aparência bem matificada. 

O tempo de secagem quando entra em contato com a pele do rosto não é nem muito rápido, nem muito lento. 

Na minha opinião, foi a base que durou por mais tempo. Passei o dia todo com ela e ficou intacta. Não percebi acúmulos e achei fácil de limpar a pele depois. No teste de transferência, ela se saiu bem. Sabe quando você usa a base no dia a dia e percebe que o produto manchou o guardanapo, o colarinho ou as mangas da camisa? Pois bem. Achei que a base transferiu bem pouco.

Meus poros, que são bem aparentes, foram bem disfarçados mesmo sem o uso de um primer. Voltaria a usar em qualquer ocasião.

Preço: A base TimeWise Matte, da Mary Kay, tem 17 cores disponíveis e custa em média R$ 64,00*.

Base Matte da Ruby Rose

rubyrose min
Vix/divulgação

Foi por conta do preço baixo que essa base virou febre na internet, mas o que também surpreendeu foi sua alta cobertura. Tem a embalagem semelhante às anteriores, em bisnaga.

Sua textura é bem densa (parece até grudenta e elástica) e seca rápido, por isso é preciso espalhar logo depois de depositá-la no rosto. Como tem a cobertura bem alta, se fizer camadas, o rosto pode ficar com aspecto sobrecarregado. 

É resistente à água, mas com o passar das horas pode ficar com um aspecto “envelhecido”. É realmente bem matte e vai durar intacta cerca de 5 horas, depois disso os pontos mais oleosos começaram a aparecer.

A base oxida bem na pele, o que significa que vai ficando mais escura, normalmente puxando para um tom alaranjado, então cuidado na hora de escolher a melhor tonalidade, pois já dá para perceber assim que seca na pele.

Passei bastante tempo com ela, então acabou acumulando em alguns cantinhos. 

Não é uma base muito fácil de remover, ela realmente parece grudar. Por esse motivo e por ser uma base pesada, pode causar algumas espinhas. Indicaria usá-la para eventos específicos, não no dia a dia.

Preço: A base matte Ruby Rose tem 10 cores disponíveis e custa R$ 11,76*.

Base Fit Me da Maybelline

fitme min
Vix/divulgação

Uma boa opção para quem quer boa cobertura sem pagar um valor muito alto. Também com embalagem bisnaga, a textura da base é mais encorpada, um pouco mais firme. Seca rápido na pele e um ponto negativo é a oxidação: rapidamente a base muda de cor. 

É fácil de trabalhar com ela, mas também é importante não esperar muito. Se ela secar, pode ser difícil espalhar e causar alguma mancha. 

Não é uma base de longa duração. Segurou a oleosidade por cerca de 6 horas. Com o tempo, deu uma leve acumulada na minha pele e transferiu bastante. Apesar disso, gruda bem no rosto, dificultando sua remoção por completo. 

Não me causou espinhas nos dias que usei e acredito que se for removida com bastante cuidado, não apresentará o problema. Usaria para o dia a dia.

Preço: A base Fit Me, da Maybelline, tem 19 cores disponíveis e custa R$ 39,90*.

Conclusão 

Depois de experimentar todos esses produtos, chegamos à conclusão de que a matte da Mary Kay, a TimeWise, foi a que deixou a pele mais sequinha. Foi capaz de segurar o brilho do rosto por muitas horas e mesmo no fim do dia não acumulou e nem deixou os poros aparentes.

Por sinal, ela segurou mais a oleosidade do rosto do que a própria Studio Fix, nossa base-referência da MAC, citada pela maioria dos profissionais consultados para o teste. A Studio Fix se comportou bem no teste, mas não segurou a oleosidade por mais do que 5 horas e demorou bastante para secar.

Outro ponto atraente da base foi o aspecto natural proporcionado, o que faz com que seja uma ótima opção para o dia a dia também, mesmo nos dias mais quentes.

Por todos esses pontos, elegemos o produto da Mary Kay como o melhor custo-benefício.

Dermatologista comenta

Avaliamos a aparência das bases, mas há também o lado médico do assunto. A dermatologista Flávia Ravelli, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, diz que uma boa base não necessariamente deve durar o dia inteiro. “O foco tem que ser a saúde da pele, por isso mesmo muitas pessoas acabam procurando produtos que fiquem mais naturais e investem tanto nas rotinas de tratamento, que realmente é essencial”, explica ela.

A dermatologista ainda ressaltou a importância de remover bem a maquiagem antes de dormir. 

Quem pode usar base matte?

Não são só as pessoas de pele oleosa que podem usar o produto nessa fórmula. Quem tem a pele mista ou mesmo seca também pode apostar na tendência. 

Para não deixar a maquiagem craquelar e garantir um acabamento tão bom quanto o de qualquer pessoa, o ideal é que o hidratante seja usado antes, para que a base não deixa a pele ressecada demais.

* Preços pesquisados em novembro de 2017.

Agradecimentos

Dermatologistas: Flavia Ravelli e Abdo Salomão.

Maquiadores: Ancelmo Saffi, Vânia Sanches, Rony Pudim, Marília Makeup, Katia Pacheco Barbosa, Maristela Panza, Gisele Santos, Dani Vaz, Mario Silva, Bruna Soares, Fabíola Teófilo, Rudy Cruz, Bete Bezerra, Monique Couto, Porfírio Passos, Roosevelt Vanini, Kelly Navarro, Oswaldo Pires, Carol Couto e Vanessa Loricchio.

Blogueiras: Linda Kramer, Marina Smith e Duda Fernandes.

Truques de maquiagem