mulher

Como economizar dinheiro mudando pequenos hábitos

como economizar dinheiro
Thinkstock

Muitos dos gastos que temos no dia a dia são dispensáveis. Pode parecer que não, mas economizar nas pequenas coisas faz uma diferença imensa no orçamento do final do mês.

Leia também:

Aprenda a organizar as finanças e fique tranquila o ano inteiro

Como economizar na balada: veja 8 dicas

Especialista dá dicas para economizar e enxugar a conta de luz

Quem não segue um planejamento financeiro tem a tendência de gastar toda e qualquer nota extra que sobra na carteira, ao invés de poupá-la. Isso porque, naquele momento, aquele montante de dinheiro parece ser insignificante. Assim, seguimos, de pouco em pouco, gastando dinheiro sem controle ou necessidade.

"Ao organizar as finanças, é importante seguir uma sequência. Primeiro, deve-se regularizar as contas e dívidas. Depois disso, fica mais fácil identificar formas de economizar, o que pode ser feito no dia a dia, com pequenas atitudes", afirma a consultora financeira do Finanças Práticas, programa de educação financeira da Visa, Waldeli Azevedo. "Só assim é possível partir para o próximo passo, que é investir o dinheiro poupado e fazê-lo render", completa.

Dicas de economia

A especialista indica pequenas mudanças diárias que podem resultar em uma grande folga no final do mês:

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Atenha-se à lista de compras para evitar gastos desnecessários (Thinkstock)

Tenha consciência dos seus gastos. Anote todas as despesas, mesmo as que parecem insignificantes, como o cafezinho depois do almoço. Ao final de 30 dias, faça uma análise de como estão seus gastos. "Com certeza você irá descobrir várias despesas desnecessárias, que podem ser cortadas para dar uma folga no orçamento", afirma Waldeli.

Procure comer mais em casa. "A alimentação fora de casa tem sido uma vilã da inflação e esse tipo de despesa impacta, e muito, no orçamento doméstico", diz a consultora financeira. Tente gastar menos em restaurantes, evitando tomar café da manhã na padaria, levando marmita para o trabalho, preparando o almoço em família no domingo, etc.

Faça lista de compras. Antes de ir ao supermercado, shopping ou outra loja, faça uma lista dos itens de que realmente precisa. "Comprar sem planejamento é um risco para as finanças, pois você pode acabar agindo por impulso e colocando tudo o que vê pela frente no carrinho", afirma Waldeci.

Deixe o carro em casa. Sempre que possível, saia a pé, de ônibus ou bicicleta, ou então procure combinar uma carona. Além de contribuir para a redução da poluição, você corta os gastos com combustível, desgaste do veículo, estacionamento, etc.

Pesquise preços. "Nunca compre logo na primeira loja que entrar", aconselha Waldeci. Pesquise na internet, entre de loja e loja e veja qual é o melhor custo-benefício.

Aproveite as promoções. Alguns supermercados oferecem ofertas especiais em determinados dias da semana. Além disso, fique atenta a trocas de coleções de roupas, saldões de veículos, baixas temporadas de viagens, etc., para garantir os melhores preços. "Cuidado, apenas, para não comprar por impulso só porque está mais barato. Analise a real necessidade de adquirir o produto e só faça a compra quando tiver certeza", orienta a especialista.