Está insatisfeita no sexo? Saiba como abrir a comunicação com o parceiro

infeliz insatisfeita sexo
Thinkstock

Apesar de muita coisa ter mudado no relacionamento entre homens e mulheres nos últimos anos, ainda existem casais que têm dificuldade de se comunicar abertamente e muitas mulheres que não ficam à vontade para expressar ao parceiro como se sentem. "Hoje, as mulheres estão mais donas de si, independentes e confiantes. Mas o relacionamento antigo ainda enfrenta muito esse problema", afirma a sexóloga Elaine Pessini. "É cultural. Infelizmente, ainda existem muitos tabus por aqui", completa.

Leia também:

10 fantasias sexuais para apimentar a relação

Guia da convivência conjugal

Melhores posições sexuais para as mulheres

O medo e a insegurança fazem com que muitas delas acabem aceitando, especialmente na cama, aquilo que é imposto pelo marido, sem considerar os próprios desejos. No entanto, se a mulher sente que não está satisfeita no seu relacionamento e no sexo, deve ter a liberdade de comunicar isso a ele.

Amor e respeito

Em primeiro lugar, Elaine ressalta que, em qualquer relação, o amor e o respeito mútuos são fundamentais. O sexo é importante, sim, mas, sem essas premissas, ele também não funciona.

Há homens que não sabem como satisfazer uma mulher na cama, e há aqueles que simplesmente não se importam. Estes últimos estão preocupados somente com o próprio prazer e bem-estar e, provavelmente, estendem este comportamento para outras áreas do relacionamento. Neste caso, é importante avaliar se realmente vale a pena dividir a vida com alguém que não tem respeito por você.

Entretanto, se o problema for a falta de experiência do parceiro, há meios de reverter a situação – mesmo que você sinta vergonha de dizer abertamente o que quer. Veja como:

infeliz sexo mudar 1
Thinkstock

Demonstre. Durante o sexo, coloque a mão ou o dedo dele no lugar onde você gosta de ser tocada. ‘Ele vai perceber que você gosta daquele estímulo. Depois de algumas vezes, você não vai mais precisar mostrar, ele já vai ter aprendido e vai querer te tocar lá, porque, para o homem, não tem nada mais prazeroso do que ver a mulher sentindo prazer e tendo orgasmos’, garante Elaine.

infeliz sexo mudar 3
Thinkstock

Movimente-se. Você pode virar o corpo ou colocar-se na posição que mais gosta. É claro que ele vai entender o recado e perceber o quanto você está aproveitando.

infeliz sexo mudar 2
Thinkstock

Fale. Durante o próprio sexo, dê alguns indicativos. Não é preciso exagerar, caso você não se sinta confortável fazendo isso: um simples ‘beija aqui’ ou ‘pega ali’ já vai resolver.

infeliz sexo mudar 4
Thinkstock

Inove. Elaine defende que muitos casais se acomodam com o tempo e acabam ficando só no arroz com feijão de sempre. ‘Se você quer mudar, faça você algo diferente. Compre um produto diferente, como um gel que aquece ou óleo para massagem, e introduza na relação’, diz. ‘Quando a mulher começa a surpreender o parceiro, ele fica esperando o que vai acontecer da próxima vez, e, às vezes, não acontece nada. Aí, ele mesmo tem que começar a pensar em coisas diferentes para fazer, porque ele gostou. Assim, a relação começa a sair da rotina’, completa.

infeliz sexo mudar 5
Thinkstock

Converse. Se sentir que a comunicação corporal não foi suficiente, abra o jogo. Não há nada de errado com isso! Para que um relacionamento funcione, ambas as partes precisam estar satisfeitas e, acima disso, se esforçar igualmente para obter o sucesso. Diga como se sente e o que você gostaria que ele mudasse para que os dois sejam mais felizes.

Não consigo ter orgasmos

Ainda de acordo com Elaine, muitas mulheres não conseguem ter orgasmos com o parceiro porque sentem vergonha de demonstrar como gostam de ser tocadas e, principalmente, porque elas mesmas desconhecem o próprio corpo e as carícias que mais as trazem prazer.

"A orientação que sempre dou é: toque-se. Masturbe-se. Você sabe onde sente prazer? Primeiro, a mulher ter de se conhecer. Quando ela percebe que sexo não é só ir lá, se entregar para o parceiro e pronto, começa a se posicionar de maneira diferente, pensando nela primeiro, e não só no prazer dele", afirma. "Aí ela começa a ter orgasmos", garante.