mulher

HPV pode passar pela pele, além de causar câncer de boca e garganta. Veja 8 fatos

hpv
Imagem: Thinkstock

Papilomavírus humano é o nome completo do HPV, um velho conhecido das mulheres. A fama se dá, principalmente, por ser ele o causador do câncer de colo do útero, o terceiro mais comum entre a população feminina brasileira, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca).

Leia tambémVacina contra HPV: médico responde 15 dúvidas mais frequentesComo e onde tomar vacina contra HPVSintomas e tratamento do HPV

Apesar das recentes medidas preventivas tomadas para evitar o contágio pelo HPV, nem todos sabem de fato se estão ou não suscetíveis à infecção e acabam acreditando em alguns mitos. Você sabe, por exemplo, se homens também podem pegar HPV e desenvolver câncer? Ou se o vírus pode ser eliminado do corpo? Descubra a seguir.

hpv 6
Imagem: Thinkstock

Mito: Apenas mulheres pegam HPV Qualquer pessoa sexualmente ativa, mesmo que tenha apenas um parceiro, pode pegar HPV. Homens podem, inclusive, desenvolver câncer anal e de pênis em consequência da infecção.

hpv 4
Imagem: Thinkstock

Mito: Homens podem ser diagnosticados com HPV Não existem testes que permitam a detecção do vírus entre a população masculina, apesar de ele possivelmente estar no corpo do homem.

hpv 7
Imagem: Thinkstock

Mito: HPV causa câncer apenas na região íntima e órgãos reprodutivos Boca e garganta também estão suscetíveis ao aparecimento de lesões em consequência da infecção pelo HPV.

hpv 5
Imagem: Thinkstock

Mito: É preciso que haja penetração durante o sexo para ser contaminado pelo HPV Não é necessário que haja penetração para que o vírus seja transmitido. Basta que haja o contato da pele com uma mucosa contaminada, o que pode ocorrer no sexo oral e até na masturbação.

hpv 2
Imagem: Thinkstock

Mito: HPV é sinônimo câncer O HPV pode causar câncer anal, peniano, vaginal, vulvar, de colo de útero, de boca e orofaringe (garganta), mas são só alguns tipos do vírus que causam essas doenças. O HPV 16 e o HPV 18 são responsáveis por cerca de 70% dos casos, outros tipos (são mais de 100 existentes) causam lesões mais brandas.

hpv 8
Imagem: Thinkstock

Mito: Pessoas com HPV sempre têm sintomas Algumas pessoas desenvolvem doenças decorrentes da infecção do HPV, mas outras não desenvolverão sintomas ou lesões. Nesses casos, o sistema imunológico combate o vírus até que ele seja eliminado pelo corpo (o que ocorre, em média, em até dois anos).

hpv 3
Imagem: Thinkstock

Mito: O HPV pode ser tratado Apesar das lesões causadas pelo HPV poderem ser tratadas, o vírus em si não pode ser eliminado com medicamentos ou técnicas cirúrgicas. O corpo, depois de um tempo, é que elimina o papilomavírus naturalmente.

hpv 1 0
Imagem: Thinkstock

Mito: Depois de receber a vacina do HPV não é preciso mais fazer o Papanicolau A vacina do HPV protege contra os tipos 16 e 18, os que mais causam câncer, mas não te deixam imune contra os outros tipos, que também podem causar lesões. Além disso, caso você tome a vacina depois de contrair o vírus, ela não terá nenhuma ação para evitar doenças.