mulher

Drauzio Varella defende legalização do aborto: você vai querer ouvir os motivos dele

drauzio varella a favor do aborto 0
tvglobo/zépaulocardeal

O recente surto de microcefalia causado pelo zika vírus reacendeu um antigo debate: a legalização do aborto no Brasil. Há, inclusive, uma ação em tramitação no Supremo Tribunal Federal que pede que a interrupção da gestação seja possível em casos em que for comprovada essa malformação. Em entrevista ao site da BBC Brasil, o médico Drauzio Varella disse tudo o que pensa sobre o assunto - e vale a pena conhecer seus argumentos.

Leia tambémSeu direito a aborto no caso de estupro pode ser tirado de você. Entenda o peso disso9 famosas que já revelaram ter feito aborto e defendem a legalizaçãoLegalizar o aborto ou não? Veja opiniões sobre o tema polêmico

Por que Drauzio Varella defende a legalização do aborto

Logo no início, o médico deixa claro que não é "defensor do aborto": "Não sou defensor do aborto e ninguém é. Qual é a mulher que quer fazer o aborto? É uma experiência absurdamente traumatizante, uma tragédia. A questão não é essa".

Em seus argumentos, que estão dispostos a seguir, ele explica como ele vê o aborto e por que é a favor da legalização.

drauzio varella a favor do aborto 1
bolsademulher

Para Drauzio, a questão principal que regula o aborto no Brasil é a desigualdade social. Isso porque mulheres ricas conseguem facilmente contornar a lei, enquanto mulheres pobres têm de se submeter a clínicas clandestinas, colocando suas vidas em risco.

"Proibir o aborto é punir quem não tem dinheiro. "A mulher rica faz normalmente e nunca acontece nada. Já viu alguma ser presa por isso? Agora, a mulher pobre, a mulher da favela, essa engrossa estatísticas. Essa morre", conta o médico, um dos mais populares do país.

drauzio varella a favor do aborto 2
bolsademulher

Dráuzio também deixa claro que é contra dar enfoque religioso à questão do aborto: "Ninguém pode se considerar dono da palavra de Deus, intermediário entre deuses e seres humanos, para dizer o que todos devem fazer".

"Muitos religiosos pregam que o aborto não é certo. Se não está de acordo, não faça, mas não imponha sua vontade aos outros", continua. "O poder das igrejas católicas e evangélicas é absurdo. Mas não está certo a maioria impor sua vontade. Respeitar opiniões das minorias é parte da democracia. Tem que respeitar os outros, o modo dos outros de ver a vida."

drauzio varella a favor do aborto 3
bolsademulher

O médico diz não ter opinião formada sobre o aborto nesse caso específico. "Na microcefalia, o diagnóstico definitivo é feito em geral próximo ao 3º trimestre. Você pega um feto aos sete meses e ele está quase nascendo", explica. "Mas é lógico que eu respeito (qualquer decisão)."

drauzio varella a favor do aborto 4
bolsademulher

Drauzio Varella levanta, durante a entrevista, uma contradição sobre interrupção da vida: "Se a doação de órgãos em caso de inatividade cerebral tem aceitação popular, por que a retirada de um feto igualmente sem atividade cerebral é criticada?", questiona.

Ele explica que uma pessoa que sofreu um acidente e teve morte cerebral, mas continua viva através de aparelhos, pode doar seus órgãos e, portanto, ter sua morte decretada e, de certa forma, facilitada. Da mesma forma, o feto também não tem um sistema nervoso "vivo" ou mesmo existente, no entanto, sua retirada é criticada. 

drauzio varella a favor do aborto 5
bolsademulher

"Muitos consideram que a vida humana começa no instante da fecundação. Mas, por esse raciocínio, a então vida começa antes, porque o espermatozoide é vivo e o óvulo também", argumenta o médico.