Corrimento clara de ovo: o que pode ser? Indica gravidez? E se for amarelado?

corrimento clara ovo 2
Thinkstock

O corpo feminino produz vários tipos de muco mensalmente, pois os níveis hormonais flutuam e as secreções vaginais são completamente naturais. Todas as mulheres em idade reprodutiva podem ter um corrimentovaginal normal, chamado corrimento vaginal fisiológico. Ele é formado pela combinação de células mortas, bactérias naturais da flora vaginal e secreção de muco. Costuma ter entre 1 e 4ml de volume diário e sua função é umedecer, lubrificar e manter a vagina limpa, dificultando o surgimento de infecções.

Leia também:Corrimento amarelado, marrom, branco ou escuro: o que pode ser?Corrimento na gravidez prejudica o bebê?Meu corrimento não para. O que pode ser?

O corrimento vaginal fisiológico é estimulado pelo estrogênio e, portanto, pode ter seu volume aumentado em períodos onde há maior estimulação hormonal, como durante o período de ovulação ou gravidez.

Corrimento com aspecto de clara de ovo

O corrimento tipo clara de ovo é o principal sintoma do período fértil da mulher. E, quando aparece com mais abundância, pode indicar o dia da ovulação.A secreção parecida com clara de ovo é bastante produtiva para quem deseja engravidar, pois é ela que nutre o esperma durante o percurso fora dos testículos, facilitando a sua chegada até o óvulo, marcando o início do período mais fértil da mulher.Este corrimento, abundante ou não, deve ser incolor e sem cheiro, e pode ser observado na calcinha ou no papel higiênico usado após urinar. Desde que não seja acompanhado de mau cheiro ou de outros sintomas, como ardor ao urinar e dor nas relações sexuais, a secreção é normal e não traz nenhuma consequência para a mulher.

corrimento clara ovo
Thinkstock

O corrimento tipo clara de ovo também acontece nas mulheres que fizeram laqueadura de trompas, porque esta é uma alteração provocada pelos ovários. Em em alguns casos, entretanto, o corrimento pode ter alterações de cor que indicam outras fases hormonais. Esteja atenta às mudanças e conheça a seguir algumas características dos tipos de secreções.

Como o corrimento vaginal muda ao longo do mês:

Nos 3 ou 5 dias após menstruar, a maioria das mulheres não tem corrimento. Depois deste período mais seco, é possível notar uma secreção opaca responsável por formar um tampão para prevenir que bactérias entrem no útero, o que também dificulta a penetração do esperma.Após um corrimento mais opaco, vem a fase da secreçãobranca, amarelada ou bege, com consistência cremosa. Nesse período, a mulher está mais fértil, mas ainda não se encontra no auge da fertilidade.Os dias a seguir são marcados por um muco mais aquoso, parecido com a clara de ovo, elástico o bastante para esticar como uma goma entre seus dedos. No último dia, ou depois do último dia desse muco, é que começa a ovulação. Depois do estágio de ovulação, o corrimento volta a ser pegajoso e opaco.

Tipos de corrimentos: o que podem ser?

1. Corrimento marrom: geralmente contém sangue coagulado. Pode ser causado pelo fim da menstruação ou algum trauma, como infecções, corpo estranho, câncer ginecológico, implantação do embrião no útero nos primeiros dias de gravidez , atrofia vaginal ou gravidez ectópica.

2. Corrimento amarelado: é sinal de infecção ginecológica, principalmente se for escuro, esverdeado, acompanhado de mau cheiro, ardência ou coceira vaginal. A tricomoníase é a principal causa deste tipo de corrimento, mas outras infecções também podem provocá-la, como gonorreia e clamídia. Procure um especialista.

3. Corrimento branco: a secreção pode ser normal, principalmente se for fina e em pequena quantidade. Corrimento mais espesso e acinzentado, geralmente associado a sintomas irritativos, como coceira e dor vaginal, pode ser candidíase. Se houver cheiro forte, a vaginose também é uma possibilidade.

4. Corrimento com cheiro: a vaginose e a tricomoníase são as principais causas de corrimento com cheiro forte. Consulte um médico para obter o melhor tratamento.