mulher

7 coisas que você precisa saber sobre o DIU

Thinkstock

O dispositivo intra-uterino, ou DIU, é um método contraceptivo bastante seguro e que ganha inovações ao longo do ano. Por ser menos popular que a pílula anticoncepcional e a camisinha, muitas mulheres ainda possuem dúvidas em relação a ele. Vale lembrar que, apesar de eficaz, o DIU não protege contra doenças sexualmente transmissíveis. Confira 7 coisas que você precisa saber sobre o método:

Leia também:Camisinha: 7 erros mais comuns de como usarUsar a mesma camisinha no sexo anal e vaginal pode causar doençasConheça as 7 posições sexuais que mais estimulam o prazer

DIU é seguro

Anos atrás, o DIU chegou a ser associado a problemas de fertilidade e infecções pélvicas, mas não se preocupe: o avanço da medicina e dos materiais tornaram o dispositivo completamente seguros nos dias de hoje.

Opções de DIU

Thinkstock

Introdução do DIU

Apesar de rápida, a introdução do dispositivo ainda é, tecnicamente, um pequeno procedimento cirúrgico. O médico utiliza um espéculo para encontrar o seu colo para dilatação, passa o DIU através do canal cervical e o coloca dentro do útero. Algumas mulheres experimentam algumas cólicas semelhantes a dos ciclos menstruais.

DIU é reversível

O DIU só é eficaz quando está dentro de seu corpo. Quando ele é removido, seu ciclo hormonal regular volta ao normal. Se você tem um DIU sem hormônios, vai voltar ao período fértil normal em cerca de um mês.

Seu parceiro não sente o DIU

Thinkstock

DIU pode alterar seu ciclo

Para as mulheres com ciclos menstruais dolorosos, as opções hormonais têm a vantagem de aliviar a experiência. As baixas doses de hormônios podem deixar os ciclos mais curtos e pode até mesmo parar completamente em algumas mulheres.

DIU é eficaz

Ao contrário da pílula, que pode falhar por causa de um pequeno deslize, o DIU tem uma taxa de mais de 99% de eficácia.