Como limpar a vagina: médico ensina o que seria único método correto

banho pernas banheira 0716 630x350
GulHal/shutterstock

Lenços umedecidos, duchas internas, sabonetes específicos e cremes são alguns dos métodos adotado por mulheres na hora de realizar a higiene íntima, ignorando conselhos tradicionais de especialistas para evitar o excesso de limpeza que pode acabar retirando a proteção natural da vagina.

De acordo com o médico Roshini Rajapaksa, existe apenas uma única forma correta de lavar a vagina sem que ocorra o comprometimento da região. Em um artigo para o site “Health”, o especialista é categórico ao dizer que menos é mais quando se trata de higiene íntima.

vagina vestido coceira
GongTo/Shutterstock

Como lavar a vagina corretamente

O especialista ensina que a mulher deve, delicadamente, lavar as áreas externas da vulva no chuveiro com água ou com um pouco de sabão sem perfume. E só. Tenha cuidado para não esfregar a área com muita força, pois pode causar pequenas feridas que podem ser portas de entrada para infecções. Por sim, seque completamente antes de se vestir para evitar a umidade que atrai bactérias.

O médico ressalta que a vagina não deve normalmente cheirar a rosas. Portanto, se usa perfumes, lenços, duchas, talco ou qualquer outro produto saiba que pode acabar alterando o pH vaginal, aumentando assim os riscos de irritação, infecções fúngicas, vaginose bacteriana e até mesmo doença inflamatória pélvica.

Saúde íntima:4 tipos de corrimento normais e 2 que merecem atenção