mulher

Rinite alérgica: sintomas e tratamento

resfriados inverno
Shutterstock

A rinite alérgica é uma reação inflamatória que o sistema imunológico sofre ao entrar em contato com algumas substâncias presentes no ar que, normalmente, são inofensivas – a não ser para aqueles que têm intolerância a elas. Incluem-se neste grupo a poeira, bolor, ácaros, fungos, pelos de animais e pólen. Os poluentes atmosféricos, como fumaça de cigarro e óleo diesel, também são desencadeadores da rinite.

Leia também:

Dicas para evitar as alergias e rinite no frio

Como eliminar mofo?

Aprenda como limpar carpetes e tapetes para evitar alergias

A inflamação pode aparecer em qualquer época do ano, mas é mais comum no inverno, por conta do tempo seco e ar poluído.

Sintomas da rinite alérgica

Os sintomas são um pouco diferentes dos da gripe. Quem sofre de rinite apresenta espirros, coriza, coceira no nariz e nos olhos, olhos vermelhos e lacrimejantes e nariz entupido, mas não tem febre ou dores no corpo. O quadro também pode desencadear dificuldades respiratórias.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Antes de usar casacos que estavam há muito tempo guardados, lave-os para remover fungos e ácaros (Shutterstock)

Tratamento

O problema não tem cura, portanto o melhor tratamento para a rinite alérgica ainda é a prevenção. Com o acompanhamento médico, é possível determinar o tipo de rinite e a terapia mais adequada, controlando os sintomas. Geralmente, são prescritos antialérgicos e corticoides de uso nasal – mas a maneira mais eficaz de afastar o problema é evitando o contato com as substâncias alergênicas.

Como eliminar ácaros

  • Jaquetas, casacos e blusas de lã que estão há muito tempo no armário acumulam fungos e ácaros e, por isso, devem ser lavados antes de serem usados.
  • Mantenha as janelas da casa abertas por algum tempo todos os dias, pois isso facilita a circulação do ar.
  • Em dias secos, tome muita água e higienize o nariz com soro fisiológico.
  • Forre colchões e travesseiros com capas especiais antiácaros – eles são o principal foco de acúmulo destes organismos.
  • Evite ter bichinhos de pelúcia, almofadas e cortinas pesadas em casa, pois eles acumulam pó e são difíceis de lavar.
  • Não use espanador para tirar o pó dos móveis, pois isso só irá espalhar a poeira. Prefira um pano umedecido.
  • Existem produtos específicos para controle de ácaros e fungos. Aplique-os em carpetes, tapetes e cortinas.