mulher

Osteopatia trata dor nas costas sem cirurgia ou remédio

osteopatia tratamento contra dor
Thinkstock

Para tratar problemas nos ossos, músculos e articulações, a maioria das pessoas recorre a tratamentos com remédios ou, em alguns casos, optam por cirurgias. A osteopatia promete tratar dores no ombro, cabeça, costas e hérnias de disco e ciáticas apenas usando as mãos.

Leia também

Nem todo salto é inimigo; veja mitos e verdades sobre dor nas costas

Cada tipo de massagem traz um benefício diferente para o corpo; conheça

Doença inflamatória pélvica pode causar infertilidade

O osteopata Dean Azevedo Rodrigues de Oliveira, também fisioterapeuta e doutor em ciências da saúde, explica como funciona e quais os benefícios da osteopatia.

O que é

Segundo o especialista, a osteopatia é um sistema estabelecido e reconhecido de diagnóstico e tratamento que tem como ênfase principal a integridade estrutural e funcional do corpo. A técnica propõe o tratamento de dores por meio de uma estimulação manual dos tecidos com massagens e exercícios em geral. "Essa vertente foi criada por um médico norte-americano chamado Andrew Taylor Still, em 1895", completa Oliveira.

Como funciona

"O osteopata realiza um diagnóstico funcional preciso, no qual está incluída a investigação detalhada do movimento humano, dos hábitos alimentares, do sono, da atividade sexual, das posturas de trabalho e até níveis do estresse emocional", explica Oliveira.

A partir do diagnóstico, o especialista em osteopatia estabelece a causa dos sintomas e estimula o corpo, por meio de manipulações suaves, a promover a capacidade de autocura.

Benefícios

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] O tratamento não visa tratar somente a doença / Crédito: Thinkstock

De acordo com o fisioterapeuta, a osteopatia visa tratar o doente e não a doença e esse é um dos maiores benefícios. "Muitas pessoas chegam ao consultório para tratar dores no pescoço e acabam melhorando também a respiração e a digestão", completa.

Ainda de acordo com o osteopata, quando o profissional põe a mão no paciente ele está harmonizando a estrutura musculoesquelética, o sistema visceral, o sistema craniano e as emoções advindas disto. "Isso resgata Princípio da Unidade do Corpo, equilibrando cada pedaço do corpo e suas ligações anatômicas e fisiológicas", explica.

Contraindicação

"Qualquer pessoa, do recém-nascido ao idoso, homem ou mulher, sintomático ou não, pode fazer uma consulta com osteopata", diz Oliveira. Segundo o especialista, a única contraindicação é não recorrer a esse tratamento se o osteopata não diagnosticar nenhum problema.

Duração média do tratamento

De acordo com Oliveira, as consultas e sessões são individuais e duram cerca de uma hora. "Em média, três a quatro sessões são suficientes para resolver a maioria das queixas", completa.