mulher

Obesidade aumenta em 62% as chances de câncer de útero

obesidade causa c%C3%A2ncer 1
Thinkstock

Um estudo, publicado no dia 14 de agosto, no periódico científico Lancet, analisou informações de saúde de mais de 5 milhões de pessoas e chegou a resultados que ressaltam a importância da relação entre obesidade e câncer. Os achados mostram que a obesidade aumenta os riscos para 10 dos 22 tipos mais comuns de câncer.

Leia também

Excesso de peso pode aumentar o risco de câncer de mama

Câncer de mama: veja como o tratamento evoluiu

Tipos de câncer mais comuns em mulher

A cada elevação de 5 kg/m² no índice de massa corpórea (IMC - obtido dividindo o peso em quilos pela altura ao quadrado), há um aumento de 62% no risco de câncer do útero, de 31% para o câncer de vesícula, de 25% para os rins, de 10% para o câncer de colo do útero e de 9% tanto para o câncer de tireoide quanto para a leucemia. O estudo mostrou também influência da obesidade no aparecimento de câncer colorretal, fígado, ovários e mamas. Segundo os pesquisadores, o excesso de peso foi responsável por mais de 12.000 casos de câncer por ano no Reino Unido.

Atitudes para perder peso

Alimentação

A primeira medida a ser tomada quando o assunto é perder peso é adotar uma dieta com déficit calórico, pois é impossível emagrecer comendo a mesma quantidade de calorias que gasta. "Comece reduzindo as quantidades. Não repita o prato, o sanduíche, o copo de leite nem o quadradinho de chocolate meio amargo, reduza as quantidades como um todo, menos de água, ela deve ser consumida em maior quantidade", recomenda a nutricionista Elaine Moreira.

Aproveite para fazer trocas inteligentes: substitua leite e iogurte integral pelas versões desnatadas, coloque o peixe no lugar da carne vermelha, pão e biscoitos brancos por integrais, alimentos fritos por cozidos, assados e grelhados, doces por frutas e refrigerante comum por suco ou melhor ainda: água.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Exercício físico queima calorias (Créditos: Thinkstock)

Exercícios

Também é preciso aumentar o gasto calórico, para isso, exercício físico é a resposta. Mas incluir mais atividade na rotina também ajuda, por exemplo:

  • Estacione o seu carro na vaga que estiver mais longe do seu destino.
  • Procure um restaurante a 10 minutos do seu local de trabalho e vá a pé.
  • Utilize as escadas ao invés dos elevadores.
  • Abandone um pouco o controle remoto.
  • Não faça compras online, opte sempre por ir fazer as suas compras no supermercado.

Pense magro

"Pense magro, foque em coisas que te deixam feliz, sem ser comida. Em uma festa, foque nas pessoas, nas músicas e não apenas nos pratos. Coma devagar, saboreando e não devorando. Não queira sempre o maior bife, o maior pedaço de bolo. A comida é necessária, mas não é a coisa mais importante da sua vida, é só uma delas", finaliza a nutricionista.

*Matéria publicada em agosto de 2014.