glam

Má circulação sanguínea: 10 dicas para prevenir e tratar

ma circulacao sanguinea
Shutterstock

Causada pelo acúmulo de gordura nas paredes das artérias, a má circulação do sangue é mais comum entre as mulheres, especialmente aquelas que estão acima do peso ideal e fazem uso da pílula anticoncepcional habitualmente.

Leia também:

Trombose é comum em viagens longas; saiba prevenir

Conheça os sintomas da má circulação sanguínea

Livre-se da retenção de líquidos

No frio, a situação fica ainda mais complicada, já que as baixas temperaturas provocam a contração das artérias periféricas, dificultando a passagem do sangue. "Pessoas que já apresentam este tipo de problema devem se cuidar mais no inverno e evitar a exposição a baixas temperaturas. No entanto, os cuidados devem ser tomados por todos", afirma o angiologista Ary Elwing, especialista em cirurgia vascular periférica e tratamento a laser.

Como melhorar a circulação sanguínea

Segundo o angiologista, algumas medidas básicas podem ajudar a prevenir e até mesmo tratar a má circulação sanguínea. São elas:

1. Vestir roupas confortáveis. Evite peças que comprimam os músculos das pernas e a cintura, bem como sapatos e tênis apertados, que dificultam a circulação do sangue.

2. Comer alimentos ricos em fibras. Eles ajudam na boa digestão, o que evita o aumento da pressão abdominal e a debilitação das paredes das veias, reduzindo, assim, o risco de prisão de ventre, varizes e hemorroidas.

3. Manter as pernas elevadas. Levantar um pouco as pernas enquanto se está sentado ou mantê-las elevadas por alguns minutos ao se deitar na cama ajuda a dar um bom retorno do sangue às veias. Dormir com os pés sobre uma almofada alta, para melhorar o retorno venoso, também é aconselhável          .

4. Fazer exercícios regularmente. Você provavelmente já ouviu falar que praticar exercícios físicos beneficia a circulação sanguínea. Segundo Dr. Ary, isso ocorre porque, quando os músculos são exercitados, eles atuam como "corações secundários", comprimindo as veias e empurrando o sangue para a parte superior do corpo.

5. Optar por alimentos com gorduras poli-insaturadas. Ao contrário das saturadas, elas reduzem a viscosidade do sangue, aumentando a fluidez da corrente sanguínea. Além disso, esse tipo de lipídio ajuda a regular a pressão arterial, a vasodilatação e a coagulação. Procure reduzir a ingestão de laticínios e carnes bovinas, que contêm gorduras saturadas.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Ficar com os pés elevados, além de relaxar, melhora o retorno do sangue às veias (Crédito: Shutterstock)

6. Manter-se bem hidratado. Beber entre dois e três litros de água por dia facilita a eliminação de toxinas e melhora a circulação.

7. Evitar o calor excessivo. Ficar exposto a temperaturas muito altas ou durante um longo período prejudica a circulação do sangue, uma vez que os capilares sanguíneos sofrem vasodilatação, provocando cansaço, sensação de peso, inchaço e dor nas extremidades.

8. Fazer massagens relaxantes. A técnica favorece a circulação sanguínea e também melhora a irrigação dos tecidos.

9. Usar meias elásticas. O uso diário de meias elásticas de compressão melhora a circulação sanguínea de retorno, uma vez que ajuda o sangue a subir até o coração.

10. Deixar de fumar. A nicotina contida no cigarro danifica as artérias e favorece o aparecimento de varizes.

Colesterol e circulação sanguínea

"Além de tomar essas medidas, verifique anualmente os níveis de colesterol no sangue, pois o colesterol alto dificulta a passagem de sangue pelas artérias e gera os sintomas de má circulação", orienta Dr. Ary. "O mais importante é evitar o acúmulo de gordura, optando por uma alimentação saudável", completa.