mulher

Histeroscopia é fundamental para identificar pólipos e miomas

histeroscopia fundamental identificar polipos miomas
Shutterstock

A histeroscopia é um exame importantíssimo para a saúde da mulher, pois identifica com precisão possíveis pólipos, miomas e até mesmo câncer no endométrio. Este exame de visão direta pode ser realizado em clínicas com ambulatório e não requer anestesia ou internação.

Leia também:

Conheça os benefícios que o ômega 3 traz para a saúde

Corrimento x secreção natural. Você sabe diferenciar?

Aprenda a tratar e prevenir a infecção urinária

"Com uma câmera acoplada, o aparelho histeroscópio, que é bem fininho, segue pelo canal cervical e vagina e amplia a imagem a ser pesquisada no monitor de tevê. Por não usar espéculo, pode ser feito mesmo nas mulheres que são virgens ainda", explica a ginecologista e obstetra Bárbara Murayama.

Funções da histeroscopia

Vagina e cavidade uterina são explorados minuciosamente e cada detalhe consta no diagnóstico. "Faz muita diferença quando a suspeita é de mioma ou pólipo, lesões que podem levar ao câncer do endométrio. Até 24% das mulheres possui pólipos e até 25% das mulheres em idade fértil podem ter miomas. Para distender o útero e facilitar a visualização é injetado apenas soro fisiológico," completa a especialista.

O exame é utilizado, por exemplo, em casos de sangramento anormais cuja causa não foi identificada pelo ultrassom não. Também é indicado em casos de infertilidade ou abortos de repetição, bem como na definição de más-formações uterinas.

Durante o exame, pequenos pólipos podem ser retirados e a mulher pode voltar às atividades logo em seguida, pois o procedimento provoca apenas algumas cólicas. Essa pequena cirurgia também é viável para certos casos de mioma.

A ginecologista explica que laqueaduras tubárias também são realizadas com a ajuda do aparelho. "Uma pequena mola é introduzida em cada uma das trompas, através do colo do útero, e fecha a passagem do óvulo. A colocação demora de 5 a 10 minutos, o que demora é o processo de cicatrização: três meses. Nesse período a mulher não sente dor nenhuma, mas precisa usar um anticoncepcional".

Quer uma dica para manter a gaveta de calcinhas sempre em ordem? Confira o vídeo!