mulher

Amaranto contém vitaminas, minerais e reduz o colesterol

amaranto vitaminas minerais colesterol
Shutterstock

O amaranto é cultivado em diversos países do continente americano há muito anos, mas ainda é pouco utilizado pelos brasileiros. Este superalimento é um grande aliado da dieta por conter a maioria dos nutrientes de que o corpo precisa em poucas calorias.

Leia também:

Conheça 10 alimentos que ajudam a emagrecer

Sopa de legumes com quinoa é amiga da dieta

Chia para emagrecer rápido

A nutricionista do grupo Nutricionistas Associadas, Ana Paula Lins, explica que este cereal é rico em minerais como cálcio, fósforo, zinco e potássio, além de vitaminas, fibras e aminoácidos, em quantidades que o colocam acima de cereais de uma maneira em geral, como arroz integral, milho, trigo e aveia. A concentração de proteínas no grão é de aproximadamente 15%.

"Por todos estes motivos a farinha de amaranto é um alimento altamente nutritivo, enriquecendo a dieta e farinhas, principalmente por não apresentar glúten, podendo ser utilizado também por celíacos (pessoas que apresentam intolerância ao glúten). Seu grão é considerado não alergênico, o que amplia seus benefícios na alimentação", explica.

Amaranto ajuda a reduzir o colesterol

Este também é um alimento funcional, devido à sua alta concentração de fitoesteróis, substâncias que ajudam a diminuir o nível de colesterol no sangue. Além disso, o amaranto pode satisfazer as necessidades da maioria das vitaminas recomendadas, de acordo com a especialista.

O amaranto não tem gosto marcante, por isso pode ser acrescentado em varias preparações sem haver alteração no sabor. Ele é comumente comercializado na forma de flocos naturais, semelhante aos flocos de aveia, podendo ser consumido com iogurte, frutas, vitaminas, sopas, bolos e doces.