mulher

Alimentos que prejudicam a memória

alimentos prejudicam memoria
Thinkstock

Aquilo que comemos exerce muita influência sobre o funcionamento do nosso sistema nervoso. Assim como uma alimentação adequada ajuda a melhorar e preservar a memória, oferecendo vitaminas ao cérebro e combatendo os radicais livres, consumir produtos pouco nutritivos e não saudáveis prejudica o cérebro e sua capacidade de gravar informações.

Leia também:

Anticoncepcional interfere na memória

Alimentos para a memória

Grãos, cafeína e frutos do mar ajudam na concentração

Benefícios da alimentação

Segundo o nutrólogo André Veinert, da Clinica Healthme, estudos realizados pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) comprovam que a alimentação saudável contribui não só para melhorar a memória como também para recuperar as funções motoras em portadores do mal de Parkinson. "A doença afeta o sistema nervoso central e é caracterizada por tremores e rigidez muscular. Houve casos de 90% de melhora", afirma.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Alimentos que contêm muito açúcar, como o cupcake, interfere no processo de memorização (Thinkstock)

Alimentos prejudiciais à memória

Segundo Dr. André, os maiores vilões do cérebro são:

Gorduras saturadas

"Em excesso, elas desencadeiam um processo inflamatório que afeta o funcionamento das células nervosas e acelera a perda de memória", explica o especialista.

Açúcar

"O alimento aumenta a produção de insulina rapidamente no organismo, promovendo reações químicas que podem danificar as células cerebrais", comenta.

Bebida alcoólica

A substância toma o lugar da glicose nas células nervosas, porém sem oferecer a mesma quantidade de energia, prejudicando seu funcionamento e, consequentemente, o processo de memorização, dentre outros. Não é raro observar uma perda de memória expressiva após uma noite de bebedeira.

Veja dicas para melhorar a memorização: