Alimentos e hábitos que causam gases e você nem sabia

alimentos causam gases
Thinkstock

Os gases intestinais se formam no estômago e no intestino durante o processo de digestão e fermentação dos alimentos, que é feito pelas bactérias lá presentes, e também pela deglutição de ar. Segundo estudos, um adulto expele gases, em média, 20 vezes por dia.

Leia também:

É possível reduzir a produção de gases intestinais?

Problema comum entre mulheres, prisão de ventre pode afetar vida sexual

8 alimentos que você deve evitar antes do sexo

Porém, este número pode ser maior para algumas pessoas, o que causa desconforto. Se é o seu caso, pode ser que você esteja comendo alimentos que favorecem o processo de fermentação, aumentando as flatulências.

Segundo a nutricionista funcional Analuiza Nogueira dos Santos, da clínica Fluyr Saudável, a formação de gases intestinais está diretamente relacionada ao tipo de comida que ingerimos e aos hábitos alimentares. A seguir, ela lista os chamados "alimentos flatulentos":

11 alimentos que causam gases

alimentos causam gases carboidrato refinado
Thinkstock

Carboidratos refinados, como pães e massas brancos. ‘Alimentos feitos com farinha refinada fornecem um carboidrato suscetível à fermentação, aumentando gases e distensão abdominal’, explica Analuiza.

alimentos causam gases couve flor
Thinkstock

Couve-flor

alimentos causam gases brocolis
Thinkstock

Brócolis

alimentos causam gases couve
Thinkstock

Couve

alimentos causam gases cebola
Thinkstock

Cebola

alimentos causam gases repolho
Thinkstock

Repolho

alimentos causam gases batata doce
Thinkstock

Batata-doce

alimentos causam gases feijao
Thinkstock

Feijão

alimentos causam gases ovo
Thinkstock

Ovo

alimentos causam gases leite
Thinkstock

Leite

alimentos causam gases adocante
Thinkstock

Adoçantes à base de sorbitol

Além dos alimentos em si, a forma como comemos também pode influenciar a produção de gases, devido à deglutição de ar ou má digestão, que provocam flatulências. A nutricionista indica quais são os erros mais comuns:

Falar muito durante a refeição

"O hábito aumenta o volume de ar deglutido, o que contribui para o aumento de gases", explica.

Não mastigar direito

"Não triturar corretamente os alimentos ou comer rápido demais atrapalha a digestão e faz com que o bolo alimentar chegue ao intestino sem ter sido digerido corretamente, aumentando a chance de formação de gases", justifica.

Ingerir muita fibra e pouco líquido

"Quando há uma dieta rica em fibras associada à baixa ingestão de água, o alimento fibroso tende a se concentrar no intestino, causando prisão de ventre e contribuindo para o aumento das flatulências", esclarece.

Consumir muita bebida alcoólica

"O álcool aumenta a permeabilidade intestinal, contribuindo para o desequilíbrio da flora intestinal, podendo levar à produção de gases", diz.