mulher

Benefícios do chá de cavalinha

cavalinha erva cha 1118 1400x800
By Cora Mueller/shutterstock

Os benefícios do chá de cavalinha são variados, indo do alívio do inchaço corporal ao auxílio no tratamento de problemas no trato urinário e à prevenção de hemorragias e coagulações. Saiba mais sobre os benefícios da cavalinha, como consumi-la e suas contraindicações.

Benefícios da cavalinha

Chá de cavalinha para emagrecer

Conforme explica a nutricionista Lais Murta, o chá de cavalinha é visto como um grande aliado do emagrecimento - mas ela não faz necessariamente com que a pessoa perca peso. A erva é associada a isso devido a seu poder diurético que, por sua vez, age no inchaço corporal.

Por diversos fatores, muita gente lida com o problema da retenção de líquido pelo organismo, algo que tem como consequência um inchaço generalizado (que, às vezes, acomete até a região em torno dos olhos), e é aí que a cavalinha age: eliminando o excesso de líquido do organismo.

Além de fazer isso pela diurese, a cavalinha ainda tem, segundo a nutricionista, a capacidade de eliminar toxinas retidas nas células - ambos fatores que influenciam no processo de redução do inchaço. Uma vez que a pessoa está menos inchada, também deve se perceber mais "esbelta".

cavalinha planta cha 1118 1400x800
Heike Rau/Shutterstock

É preciso lembrar, porém, que nenhum chá ou erva faz milagres e, para usufruir deste benefício da cavalinha, é necessário combinar o consumo de seu chá com bons hábitos alimentares e uma boa rotina de exercícios físicos.

Além disso, é recomendado não utilizá-la em conjunto com outros diuréticos, ou com remédios para emagrecer, já que a interação entre todas estas substâncias pode ser danosa para o organismo.

Cavalinha cura infecção urinária?

Além de agir contra a retenção de líquidos, o chá de cavalinha também é poderoso contra problemas na bexiga e outras inflamação nas vias urinárias. Isso, segundo Lais, também se dá pelas propriedades diuréticas, que, junto de um efeito anti-inflamatório promovido por ela, alivia o desconforto destas condições.

"A cavalinha possui inflamação para o tratamento de inflamação nas vias urinárias baixas e na terapia de suporte a cirurgias do trato urinário", afirma a nutricionista. É essencial ter em mente, no entanto, que isso não dispensa a análise de um médico nem os tratamentos convencionais.

cha cavalinha mesa 1118 1400x800
Madeleine Steinbach/Shutterstock

Traz bem-estar na menstruação

Embora acredite-se que a cavalinha reduz o fluxo menstrual, a nutricionista afirma que isso é um mito - mas a erva é, sim, capaz de ajudar a mulher de outra forma durante este período. Por ser diurética e agir sobre a retenção de líquido, ela alivia o desconforto do inchaço que muitas mulheres apresentam "naqueles dias".

Propriedades desintoxicantes

Por conta da presença de sua composição, a cavalinha também é, segundo a nutricionista, eficaz em eliminar toxinas do organismo, promovendo assim uma limpeza geral e dando uma força para o sistema imunológico.

Previne hemorragias e coagulações

Entre os benefícios da infusão de cavalinha citados pela nutricionista está o fato de que ela é hemostática, ou seja, capaz de agir contra problemas como hemorragias e a formação de coágulos. A hemostasia, processo natural do corpo, consiste na manutenção da fluidez do sangue para que estes problemas não aconteçam, e a ingestão do chá de cavalinha pode contribuir com isso.

cha de cavalinha 0119 1400x800
Chamille White/shutterstock

Uso tópico da cavalinha tem benefícios?

Outro benefício frequentemente atribuído à cavalinha é o de que a erva é capaz de curar feridas, doenças da pele, queimaduras e frieiras - além da ideia de que a infusão de cavalinha é um dos remédios naturais que apresenta melhor resultado na eliminação de piolhos dos cabelos.

Isso, porém, não é consenso entre especialistas; conforme explica a dermatologista Roberta Rodrigues Fontanezzi Campos, do centro médico Consulta Aqui, esse tipo de uso para a erva não é algo comprovado pela medicina nem por profissionais do ramo da farmácia.

“Nunca fiz nenhuma manipulação contendo essa substância, então não tenho uma opinião na prática clínica. Mas nunca vi ou ouvi falar em nenhum congresso de dermatologia e nem em artigo científico o uso dessa substância para a pele ou o cabelo. Também conversei com farmacêuticos, e a maioria desconhece esse uso”, esclarece a médica.

crianca cabelo piolho 0417 1400x800
Wavebreakmedia / iStock

Como tomar chá de cavalinha

Conforme explica Lais, a forma de consumir o chá de cavalinha depende do objetivo que a pessoa tem com isso. "Para efeito diurético, indica-se o consumo do chá das folhas secas, de 50 a 200 ml por dia. Já para efeito hemostático, a dose é 500 ml por dia", explica ela.

A infusão, porém, não deve ser consumida a longo prazo para que não traga consigo efeitos colaterais maléficos. "Não é recomendado usá-lo por mais do que dois meses", afirma Lais.

Quem não pode tomar chá de cavalinha

Antes de apostar na bebida, é importante saber que esta planta possui alta concentração de potássio, o que pode gerar efeitos colaterais para determinados grupos. Segundo Lais, pacientes com disfunção cardíaca ou renal não podem utilizar o chá.

Ainda que, de acordo com a nutricionista, ele não traga efeitos colaterais negativos caso seja ingerido durante o período apropriado e na quantidade adequada por pessoas saudáveis, o mais aconselhável é consultar um especialista antes de optar pelo seu uso.

cha bule xicara 0919 1400x800
Wiro.Klyngz/Shutterstock

Chás e ervas medicinais