mulher

Vinho tinto contra o Alzheimer

Aparentemente o resveratrol presente no vinho pode eliminar os efeitos tóxicos de uma proteína associada ao Alzheimer, o peptídio Aβ1-42, que é uma proteína que forma placas que prejudicam a saúde cerebral.

Em pesquisas realizadas sobre células humanas os pesquisadores comprovaram que o resveratrol desmancha as placas ameaçadoras  e conserva aquelas que não prejudicam.