O Tai Chi e o Yin Yang

O%20Tai%20Chi%20e%20o%20Yin%20Yang
Mike Powell - RF - Thinkstock

As filosofias orientais centram muitos dos seus supostos ao redor do conceito de complementariedade, equilíbrio entre opostos, força conjunta ou, Yin Yang. Estas forças opostas estão presentes em tudo o que existe, e se complementam dando a tudo um sentido de unidade.

Como o Tai Chi é uma das expressões da sabedoria oriental, obviamente não está isento desta  lógica de opostos. De fato, o Yin Yang é uma dos princípios básicos do Tai Chi, em todos os exercícios desta disciplina existe uma porção de opostos em interação.

Assim, quando realizamos um exercício de Tai Chi, combinamos inconscientemente as partes do Yin e do Yang próprias da arte marcial, e este balanço e equilíbrio nos faz entrar em extrema concentração e introspeção. Cada movimento tem valor em função do Yin e do Yang, e também do centro de gravitação, que une ambos opostos.

De fato, em todas as formas e exercícios que adquire o Tai Chi, é o Yin Yang nele que marca a sensitividade necessária para cada um dos movimentos.