Óleo de algodão: benefícios do substituto dos óleos vegetais

152137590
Istockphoto/Thinkstock

Extraído da semente da fibra, o óleo de algodão pode ser um grande aliado para quem enfrenta problemas cardiovasculares e para o controle do colesterol alto. Rico em vitamina E, em gorduras benéficas ao coração é livre de gordura trans, além de agir no combate aos radicais livres e previne contra o envelhecimento precoce das células.

Leia também:Óleo de avelã contra o colesterolÓleo de abacate para emagrecerÓleo de gergelim: como usar

Os nutrientes presentes na fibra contribuem também para o fortalecimento das defesas do corpo. O equilíbrio entre ômega 2 e 6 presentes na fibra produzem ácidos graxos saturados e insaturados importantes para a manutenção da saúde da pele.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]

Óleo de algodão para fritar alimentos

Uma das vantagens do óleo em relação aos outros óleos vegetais é que ele não perde suas propriedades nutritivas mesmo quando elevado a altas temperaturas. Além disso, apresenta mais rentabilidade do que o óleo de soja, por exemplo, podendo ser utilizado em menores quantidades. Além disso, o óleo de algodão tem é melhor sintetizado pelo organismo do que as gorduras hidrogenadas, cujas moléculas se acumulam nas artérias.

Entretanto, o consumo de qualquer óleo frito deve ser restrito e não é essencial à alimentação, contribuindo para o aparecimento de doenças cardiovasculares. Portanto, para uma alimentação mais saudável, opte pelo uso desse óleo frio para temperar saladas, carnes e vegetais.